Notícias | Dia a dia | Australian Open
Svitolina elimina Gauff, Stosur sofre dura derrota
11/02/2021 às 11h09

Svitolina não perdeu games de saque e conseguiu uma quebra em cada set para avançar

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - A número 5 do mundo Elina Svitolina fez valer o favoritismo no duelo contra a promissora Coco Gauff. Apesar de a jovem norte-americana de apenas 16 anos ter feito uma boa partida nesta quinta-feira, a ucraniana prevaleceu no confronto e marcou as parciais de 6/4 e 6/3 depois de 1h17 de disputa.

O jogo teve apenas duas quebras. Svitolina conseguiu uma em cada set, já na reta final das parciais, e só teve três break points ao longo de toda a partida. Por sua vez, Gauff tem a lamentar o fato de não ter aproveitado nenhuma das quatro chances de quebra que teve. Além disso, custou caro para a promessa norte-americana não colocar tanta potência no forehand para ter uma bola de definição, permitindo muitas vezes que a ucraniana, que já se defende muito bem, pudesse prolongar alguns ralis e se recompor nos pontos.

"Eu sabia que Coco gosta jogar com a torcida. Então, eu esperava que ela começasse muito bem na partida, como de fato aconteceu. Acho que enfrentei um break point logo no primeiro game. Mas a partir de então, comecei a me esforçar e a jogar um ótimo tênis. Foi uma apresentação realmente ótima", disse Svitolina que terminou o jogo com 19 winners, contra 24 de Gauff, mas cometeu apenas 15 erros diante de 23 de sua jovem adversária.

Gauff já é número 48 do mundo, apesar de sua pouca idade, e sabe o que precisa fazer para melhorar. "Hoje sinto que ela jogou melhor do que eu nos pontos de maior pressão", avaliou a norte-americana. "Para ser honesta, tive meu melhor desempenho no saque em muito tempo. Só tive azar nos break points. Ela acertou alguns forehands na paralela muito bons e foi difícil me defender".

Duelo com Putintseva na próxima fase
O próximo jogo de Svitolina em Melbourne será contra a cazaque Yulia Putintseva, 28ª do ranking, que venceu a belga Alison Van Uytvanck por 6/4, 1/6 e 6/2. A ucraniana de 26 anos lidera o histórico de confrontos no circuito profissional por 5 a 1, mas já conhece Putintseva há muito mais tempo.

"Eu a conheço desde o juvenil. Acho que a primeira vez que joguei contra ela foi quando tínhamos 10 ou 12 anos ou algo assim, e ela não mudou nada. Ainda é uma grande lutadora, grita bastante e está o tempo todo muito animada, como ela é agora. Ela expõe bastante suas emoções. Todas nós crescemos, mas ao mesmo tempo permanecemos as mesmas quando estamos jogando tênis".

Pegula mantém o embalo em Melbourne
Ainda nesta quinta-feira, a veterana australiana de 36 anos Samantha Stosur se despediu de Melbourne com uma dura derrota. Vinda de uma boa estreia contra a convidada Destanee Aiava, Stosur não repetiu o mesmo desempenho. A ex-top 5 e atual 112ª do ranking perdeu por 6/0 e 6/1 para a norte-americana Jessica Pegula, 61ª do ranking. Pegula, que já eliminou Victoria Azarenka do torneio, agora enfrenta a francesa Kristina Mladenovic, que fez 7/5 e 6/1 contra a japonesa Nao Hibino.

Comentários