Notícias | Dia a dia | Australian Open
Após boa vitória, Serena terá duelo de gerações
10/02/2021 às 11h58

A veterana de 39 anos terá uma rival vinte anos mais jovem na próxima fase do torneio

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Apesar de ter vencido com parciais tranquilas, Serena Williams acredita que teve um bom teste em seu segundo compromisso no Australian Open. A veterana de 39 anos e heptacampeã do torneio disse que precisou lutar em todos games do jogo contra a sérvia Nina Stojanovic, 99ª do ranking e destacou a boa apresentação da rival de 25 anos.

"Ela me pressionou muito e, honestamente, acho que jogou muito bem durante toda a partida. Então, eu tive que lutar muito por todos os jogos", disse Serena após a vitória por 6/3 e 6/0 nesta quarta-feira. "Eu não estava pensando tanto no que fazer durante o segundo set, como estava no primeiro. Eu meio que deixei o jogo fluir e ver o que acontecia".

Na terceira rodada, Serena terá um duelo de gerações contra a russa de 19 anos Anastasia Potapova, 101ª do ranking. A norte-americana levou a melhor no único encontro anterior, disputado justamente no Australian Open do ano passado. "É sempre um jogo divertido e interessante. Vou para casa, me preparar e espero fazer o meu melhor", disse a atual número 11 do mundo. "Estamos todas aqui para nos divertir e estou muito feliz por isso. Jogar com torcida novamente é muito legal. Então, todo dia é divertido".

Ex-número 1 está se adaptando ao torneio sem juízes de linha

Serena também foi perguntada sobre o fato de o Australian Open deste ano não contar com juízes de linha. A medida visa reduzir o número de pessoas circulando no Melbourne Park durante a pandemia. A regra já foi testada em outros torneios e está sendo utilizada pela primeira vez em um Grand Slam.

"Eu joguei pela primeira vez sem juiz de linha em Cincinnati e não gostei. Achei estranho. Mas agora estou gostando, porque elimina a possibilidade de falha humana", avaliou a vencedora de 23 títulos de Slam. "Mas às vezes, eu sinto que eu gostaria de ver onde a bola caiu. Ok. Se eu fosse pedir para ver a bola, o computador iria mostrar aquilo que ele acabou de dizer, teria que pensar sobre isso. Eu sou uma futurista, amo a tecnologia. É algo que eu investiria no tênis".

 

'Serena é a melhor de todos os tempos', diz Potapova

Próxima adversária de Serena, Potapova já eliminou a norte-americana Alison Riske (cabeça 24) e a húngara Timea Babos em Melbourne. "Eu não poderia me sentir melhor do que agora. É muito bom estar, pela primeira vez, na terceira rodada, especialmente aqui na Austrália. É uma sensação incrível", comenta a jovem russa, que prega respeito à multicampeã do circuito.

"Obviamente, ela é a melhor jogadora de todos os tempos para mim e estou muito animada para jogar contra ela. Tive essa experiência no ano passado e não fui bem, mas estou um pouco diferente agora. Eu cresci e acho que vai ser um jogo muito bom. Farei o que for preciso para ganhar ou mostrar o meu melhor".

Comentários