Notícias | Dia a dia | Australian Open
Tsitsipas, Berrettini e Fognini fazem boas estreias
09/02/2021 às 08h01

Melbourne (Austrália) - Três nomes importantes fecharam a rodada desta terça-feira com boas vitórias em três sets. Os italianos Matteo Berrettini e Fabio Fognini mostraram um tênis firme em suas respectivas estreias no Australian Open assim como também fez o grego Stefanos Tsitsipas, todos eles avançando com propriedade e contra rivais traiçoeiros.

Talvez a tarefa mais complicada tenha sido a de Berrettini, que mediu forças com o sul-africano Kevin Anderson, vice-campeão do US Open em 2017 e de Wimbledon em 2018. O italiano não deu bola para o currículo do rival e triunfou com parciais de 7/6 (11-9), 7/5 e 6/3, depois de 2h23 de batalha.

Berrettini mostrou precisão contra Anderson, fez 45 bolas vencedoras e cometeu apenas 15 erros não forçados. Depois de eliminar Anderson, o italiano de 24 anos e atual número 10 do mundo terá pela frente o tcheco Tomas Machac, que contou com desistência do espanhol Mario Vilella quando vencia com parciais de 6/7 (5-7), 7/5, 6/0 e 3/0.

A estreia de Fognini foi um pouco mais rápida do que a do compatriota, levando 1h54 para superar o francês Pierre Hugues Herbert com parciais de 6/4, 6/2 e 6/3. Na próxima rodada ele medirá forças com o também italiano Salvatore Caruso, que venceu o quali suíço Henri Laaksonen por 3 sets a 0, com placar final de 6/2, 6/4 e 6/3.

Tsitsipas mostra força e cede só 4 games


Também estreando contra um francês, Tsitsipas deu bons sinais no Melbourne Park. Dominando o duelo com Gilles Simon do começo ao fim, o grego não deu qualquer espaço para o oponente, que abusou dos erros e foi dominado em 1h32 de partida, caindo com 6/1, 6/2 e 6/1. Enquanto o quinto favorito teve 25 winners e 25 erros não forçados, o rival fez só 6 winners e cometeu 26 erros.

Na segunda rodada, o jovem grego terá pela frente o australiano Thanasi Kokkinakis, que não disputava um Grand Slam desde o US Open de 2019 e na volta conseguiu vencer o sul-coreano Soonwoo Kwon com 6/4, 6/1 e 6/1. Será a primeira vez que Tsitsipas enfrentará o australiano de 24 anos e atual 267 do mundo, que entrou na chave com um convite da organização.

Comentários