Notícias | Dia a dia | Australian Open
Nadal supera primeiro teste na Austrália sem sustos
09/02/2021 às 03h21

Melbourne (Austrália) - Depois de criar um enorme questionamento sobre sua condição física no Australian Open ao revelar sofrer com dores nas costas por mais de duas semanas, o espanhol Rafael Nadal estreou na competição com uma firme vitória para cima do sérvio Laslo Djere, que não incomodou o canhoto de Mallorca o suficiente para evitar uma derrota por 3 a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/1, em 1h52 de confronto.

Nadal pode não apenas se isolar como o maior vencedor de Grand Slam de todos os tempos entre os homens, deixando para trás o suíço Roger Federer se for campeão em Melbourne, mas também pode se tornar apenas o primeiro na Era Aberta e o terceiro na história a conseguir levantar pelo menos duas taças em cada um dos Slam. Até então apenas os australianos Roy Emerson e Rod Laver conseguiram este feito.

O adversário de estreia do espanhol não poderia ser melhor. Além de dar ritmo ao número 2 do mundo, que ainda não havia feito uma partida oficial na temporada até então, Djere também tem um péssimo histórico em quadras duras. Com o resultado final desta terça, ele soma agora 29 derrotas e apenas 7 vitórias neste tipo de piso e segue sem triunfar em Melbourne, amargando sua quarta queda na estreia.

A largada de Nadal no jogo não poderia ter sido melhor, com ele vencendo os três primeiros games. O canhoto de Mallorca ampliou a vantagem com nova quebra e sacou para fechar em 5/1, quando Djere resolveu dar um pouco mais de trabalho e devolveu um dos breaks. Só que o sérvio não fez mais do que isso e acabou levando a  pior no set inicial.

Na segunda parcial, o espanhol mais uma vez obteve quebra prematura e já no terceiro game estava em vantagem. O rival sérvio não se abateu e fez o que pôde para não facilitar a vitória de Rafa, chegou até a ter três break-points no décimo game, mas não os aproveitou e viu o vice-líder da ATP abrir 2 sets a 0.

Depois de lutar por dois sets, Djere enfim baixou o ritmo e foi presa fácil no terceiro e decisivo set, no qual amargou três quebras e só fez um game. Nadal selou a vitória em um confronto em que terminou com 72% de aproveitamento nos saques, 19 winners e 24 erros não forçados. Do outro lado, o sérvio teve 20 bolas vencedoras e 36 erros.

Comentários