Notícias | Dia a dia | Australian Open
Para Djokovic, ritmo da ATP Cup ajudou na estreia
08/02/2021 às 12h40

Djokovic já havia feito quatro jogos na Rod Laver Arena durante a ATP Cup na semana passada

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - O número 1 do mundo Novak Djokovic saiu de quadra bastante satisfeito com seu desempenho na partida de estreia do Australian Open, em que superou o francês Jeremy Chardy de forma bastante tranquila. Para o sérvio, o fato de já ter disputado algumas partidas na Rod Laver Arena durante a ATP Cup, que aconteceu na semana passada no Melbourne Park, o ajudaram a atuar de forma mais relaxada.

"Eu não me sentia muito nervoso. A estreia e a sessão noturna são sempre complicadas, mas já fiz quatro jogos aqui e senti que já tinha passado muito tempo na quadra e isso ajudou a começar forte", disse Djokovic após a vitória sobre Chardy por 6/3, 6/1 e 6/2 em 1h31 de partida. Ele e Chardy têm a mesma idade, 33 anos, e se enfrentam desde 2009. O sérvio manteve seu perfeito retrospecto, com 14 vitórias e 33 set seguidos.

"Eu comecei o jogo muito bem. Quebrei o dele saque e fiz uma partida praticamente perfeita, especialmente nos meus games de serviço. Fui muito dominante", comenta o líder do ranking, que não enfrentou break points nesta segunda-feira. "Acho que cada golpe que executei esta noite foi muito bom e em alto nível. Estou muito satisfeito com a forma como comecei o torneio".

"Esta noite, eu me senti muito relaxado e confortável na quadra, então pude me permitir experimentar algumas coisas e ir mais à rede", comenta o sérvio, que subiu 24 vezes e venceu 18 pontos. "Acredito também que fui muito sólido e não permiti que ele tivesse tempo para tentar fazer algo com o forehand", explica o oito vezes campeão do torneio.

Djokovic terá na segunda rodada um confronto inédito contra o jovem norte-americano Frances Tiafoe, jogador de 23 anos e 64º do ranking. "Ele é um jogador versátil, muito agressivo e um dos mais rápidos do circuito. Certamente terá um futuro brilhante e estou ansioso por esse desafio".

Fim dos juízes de linha e das polêmicas com Kyrgios

O Australian Open deste ano é o primeiro Grand Slam sem juízes de linha nas quadras. A medida visa reduzir a circulação de pessoas pelo Melbourne Park. Como já afirmou em outras ocasiões, o sérvio aprova a mudança. "Eu sou claramente a favor da tecnologia, que já se provou ser altamente eficiente. Então, não vejo por que usar os juízes de linha, tendo essa tecnologia à disposição. Eu manteria apenas os pegadores de bola, é claro".

O vencedor de 17 títulos de Grand Slam também quis colocar um ponto final na troca de farpas com Nick Kyrgios. Antes do torneio, ele havia dito que não respeitava o australiano fora das quadras, e Kyrgios respondeu no mesmo tom depois de sua partida de estreia em Melbourne. Perguntado sobre o assunto, ele apenas disse ao jornalista: "Você pode ler o que ele disse sobre mim, mas eu não vou responder". Após ouvir a declaração, ele manteve a palavra: "Ótimo, não vou responder".

Comentários