Notícias | Dia a dia
Osaka vence 14ª seguida e não perde há quase 1 ano
05/02/2021 às 07h50

Osaka não perde um jogo desde o dia 7 de fevereiro do ano passado

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Em ótima fase no circuito, Naomi Osaka garantiu vaga na semifinal do Gippsland Trophy, um dos três WTA 500 da semana em Melbourne. A número 3 do mundo avançou na competição depois de vencer a romena Irina Begu, 79ª colocada, por 7/5 e 6/1 nesta quinta-feira. 

"A adversária de hoje foi muito complicada para mim. Eu nunca havia jogado contra ela antes. Então, só de não ter que jogar aquele tiebreak de 10 pontos, eu já fico muito aliviada", disse Osaka ao destacar a mudança de regra para os torneios dessa semana. A WTA adotou um match tiebreak no lugar do terceiro set para acelerar a programação antes do Australian Open, que começa na segunda-feira.

Osaka está invicta há quase um ano. Sua última derrota foi no dia 7 de fevereiro de 2020, para a espanhola Sara Sorribes na Fed Cup. É verdade que a japonesa de 23 anos disputou poucos torneios desde então, mas já defende uma invencibilidade de 14 partidas, com destaque para o título do US Open do ano passado. Vale destacar que no meio dessa série, há um W.O. concedido a Victoria Azarenka na final de Cincinnati. Mas como esse jogo não aconteceu, não interfere em séries invictas ou no histórico do confronto direto entre as duas atletas. 

A adversária de Osaka na semifinal será a belga Elise Mertens, número 20 do ranking, que derrotou a quinta colocada Elina Svitolina por 6/3, 5/7 e 10-6. O jogo poderia ter sido mais tranquilo para Mertens, que chegou a liderar o segundo set por 5/2 e precisou de cinco match points para definir a disputa. Aos 25 anos, a belga marca a oitava vitória contra top 10 na carreira. Ela já enfrentou Osaka em três oportunidades e venceu apenas uma, ainda em 2017.

Halep sofre dura derrota
A surpresa na rodada foi a eliminação de Simona Halep. A número 2 do mundo sofreu uma dura derrota por 6/2 e 6/1 para a russa Ekaterina Alexandrova, 33ª do ranking. Esta foi apenas a terceira vitória contra top 10 na carreira da russa de 26 anos. Ela tem um título de WTA, conquistado no início do ano passado em Shenzhen.

Alexandrova enfrenta na semifinal a experiente estoniana de 35 anos Kaia Kanepi, 94ª do ranking, que sequer precisou entrar em quadra, beneficiada pela desistência da tcheca Karolina Muchova, que sofreu uma lesão abdominal. Kanepi tem quatro títulos e mais quatro vice-campeonatos de WTA, mas não vence um torneio desde 2013.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva