Notícias | Dia a dia
WTA de Charleston, em abril, será sem torcida
04/02/2021 às 14h07

Torneio acontece entre os dias 5 e 11 de abril e a quadra central está sendo reformada

Foto: Arquivo

Charleston (EUA) - A organização do WTA 500 de Charleston, que acontece entre os dias 5 e 11 de abril, anunciou nesta quinta-feira que a próxima edição do torneio acontecerá sem público nas arquibancadas. O evento é um dos mais tradicionais do circuito feminino e vai comemorar 50 anos em 2022.

"Após muita deliberação, nossa equipe tomou a difícil, mas necessária, decisão de sediar o WTA de Charleston de 2021 sem fãs. Adiamos essa decisão o máximo que pudemos, na esperança de que o resultado final pudesse ser diferente", disse Alex Moran, diretor do torneio. "Embora tenhamos permanecido otimistas sobre nossas intenções, temos monitorado de perto a Covid-19 e observado o aumento de casos na Carolina do Sul".

A quadra central de Charleston está sendo reformada. Um plano de revitalização do estádio foi divulgado no fim do ano passado. Até por isso, a direção já havia anunciado que a edição de 2021 não utilizaria o estádio principal. Já a quadra Althea Gibson, segunda maior do complexo, teria uma arquibancada temporária para 3.000 pessoas.

"Quando a WTA nos deu a aprovação para prosseguir com o planejamento de nosso torneio anual, tínhamos grandes esperanças de que a pandemia não afetaria nossa capacidade de hospedar com segurança o torneio e receber um número limitado de fãs", comenta o executivo, lembrando que a edição do ano passado não foi disputada. Em vez disso, a cidade recebeu uma série de exibições em junho.

"Dedicamos o ano passado a determinar os planos para o nosso torneio, que incluía um estádio provisório proposto para a quadra Althea Gibson Club, enquanto o Volvo Car Stadium está em reforma, e o desenvolvimento de protocolos de saúde e segurança para o evento", acrescentou o dirigente.

"Mas, para executar com sucesso um plano que cumpra todas as diretrizes e requisitos exigidos pelo governo local e autoridades de saúde, precisaríamos começar a construir nossas instalações nesta semana. Infelizmente, com os altos números da doença e as possíveis restrições a viagens, concluímos que a criação de um torneio feito para a TV é a melhor opção".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva