Notícias | Dia a dia
Única tenista contaminada, Badosa celebra liberdade
04/02/2021 às 02h53

Melbourne (Austrália) - Única tenista a testar positivo para o coronavírus entre todos os que estão na bolha de Melbourne, a espanhola Paula Badosa enfim foi liberada da quarenta, curiosamente bem no dia que toda a rodada das competições preparatórias para o Australian Open foi cancelada após um funcionário de um dos hotéis dos atletas ter dado positivo para Covid-19.

“Que sensação! Primeiro bate-bola após 21 dias em isolamento. Liberdade”, comemorou a espanhola em sua conta no Twitter, publicando uma foto de sua sessão de treinos, realizada à meia-noite na Margaret Court Arena.

Badosa, de 23 anos, foi uma forte crítica das medidas de quarentena. Ela disse a um jornal espanhol que sofria com ansiedade e claustrofobia, limitava-se a fazer abdominais em seu quarto de hotel e a usar garrafas de água como pesos para tentar ficar em forma. A espanhola reclamou também que o quarto, que dividia com o técnico Javier Marti, não era adequado para um atleta de elite.

“É de longe a pior experiência da minha carreira. “As condições aqui são lamentáveis, eu não esperava isso. A primeira coisa que as pessoas recomendam quando você tem o vírus é abrir as janelas para deixar entrar o ar, mas eu não tenho janelas no meu quarto de hotel e ele mal tem 15 metros quadrados”, disparou a atual 67 do mundo.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva