Notícias | Dia a dia
owned again by @voldin - greetz dilmae
08/09/2011 às 19h11

Atual 311 do mundo, Lindell vem jogando pela Suécia

Foto: Arquivo
Felipe Priante| em São Paulo
fiogf49gjkf0d

Os dias de Christian Lindell defendendo a bandeira sueca estão com os dias contados. O atleta de 19 anos será repatriado pelo Projeto Rio-2016, parceria envolvendo a CBT, o Ministério do Esporte, o treinador Larri Passos, e o tenista Gustavo Kuerten, que irá englobar, a priori, 15 nomes do tênis nacional que irão receber ajuda oficial para as Olimpíadas.

Atual 311 do mundo, Lindell já havia flertado anteriormente com a CBT, mas a ausência de um plano concreto inviabilizava sua volta, já que na Suécia ele contava com apoio da federação local. "Ele fez a escolha certa, seu maior avanço profissional foi no Brasil. A ligação dele com o país é muito grande", opinou Larri.

Oficializada desde julho, a parceria irá receber um investimento de pouco mais R$ de 2 milhões do Ministério do Esporte, inicialmente por um ano, mas com possibilidades de renovação do contrato. Embora os detalhes já estivessem acertados há mais de um mês, os 15 atletas contemplados com a verba estatal foram anunciados apenas nesta quinta-feira.

Mas quem pensa que os escolhidos terão moleza daqui para frente, uma vez que terão uma renda garantida está enganado. O próprio Larri Passo é o primeiro a cobrar dos 15 tenistas agraciados. "Podemos mudar os jogadores com o decorrer do tempo", alerta o treinador, fazendo assim com que os atletas não se acomodem com sua situação. Ele também pretende poder expandir o número de jogadores no projeto com o passar do tempo.

Larri explicou que o projeto não tem como função centralizar os treinamentos apenas no seu instituto, em Balneário Camboriú, mas sim em gerenciar melhor a condição de treinos entre os escolhidos e trocar experiências como os respectivos técnicos. "A ideia não é roubar atleta de ninguém, mas sim fazer uma interação descentralizada", pontuou.

"Espero por uma união dos treinadores para trocar de idéias e ensinamentos. Sem essa união a gente não chega a lugar nenhum", comentou o ex-técnico de Guga e atual mentor do paulista Thomaz Bellucci. Para ele, uma das coisas fundamentais ao tênis brasileiro é justamente essa troca de informações, com a qual o esporte pode se fortalecer e crescer ainda mais.

Veja a lista dos 15 contemplados pelo projeto:

Bruno Sant'anna
Christian Lindell
Guilherme Clezar
João Pedro Sorgi
João Souza (Feijão)
João Walendowsky
Orlando Luz
Rogério Dutra Silva
Silas Cerqueira
Thiago Moura Monteiro
Tiago Fernandes
Ana Clara Duarte
Beatriz Haddad Maia
Ingrid Martins
Teliana Pereira

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis