Notícias | Dia a dia
Barty celebra volta, Halep enaltece nível da rival
29/01/2021 às 16h33

Halep ficou surpresa com o bom nível apresentado por Barty na partida desta sexta-feira

Foto: Divulgação

Adelaide (Austrália) - Apesar da derrota em sua partida de exibição nesta sexta-feira, Ashleigh Barty saiu de quadra feliz com seu retorno às quadras. A número 1 do mundo estava afastada do circuito desde fevereiro do ano passado, quando atuou no WTA Premier de Doha, já que preferiu não sair da Austrália desde a chegada da pandemia da Covid-19.

"É absolutamente fantástico estar de volta. Eu senti muita falta disso", disse Barty, que enfrentou Simona Halep nesta sexta-feira em Adelaide e perdeu por 3/6, 6/1 e 10-8. "Eu já estava ficando um pouco impaciente nos últimos dois ou três meses, me preparando para jogar".

A australiana já vinha em pré-temporada desde outubro, quando algumas normas de restrição que impediam viagens interestaduais no território australiano foram flexibilizadas. "Eu gostei de treinar nos últimos meses, mas nada pode replicar o que acabamos de fazer aqui hoje".

"Foi a preparação perfeita. É claro que tem algumas coisas, na execução dos golpes, que precisam melhorar, mas eu gostei do jogo. Acho que isso é a coisa mais importante. Quando você volta para a quadra, você ama o que faz. Estou animada para começar a temporada e vou tentar fazer o melhor que posso a cada dia".

Halep destacou o bom nível de tênis apresentado pela adversária. "Não parece que a Ash estava há um ano sem jogar. Ela jogou muito bem. É uma grande luta jogar contra ela", disse a número 2 do mundo, que lidera o histórico de confrontos com Barty por 3 a 1.

"É ótimo estar de volta aqui em Adelaide. Já estive duas vezes antes. Jogar diante de vocês foi um prazer. No começo, eu estava um pouco nervosa, como se fosse a primeira vez que eu disputava uma partida", acrescentou a romena de 29 anos, que está há sete temporadas seguidas no top 10.

Treinada pelo australiano Darren Cahill, a romena diz estar à vontade. "Eu me sinto um pouquinho em casa, já que o Darren é daqui. Ele me ajudou a criar essa vibe australiana, e eu até já escolhi um time de futebol para torcer. Sou Port Adelaide. Eu confio no meu técnico. Sei que é um bom time", brincou a romena, entre risos, aplausos e até algumas vaias da torcida. O entrevistador, que torce para uma equipe rival (provavelmente o Adelaide Crows), ainda brincou. "Talvez você não devesse ouvi-lo sempre".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva