Notícias | Dia a dia
Badosa e técnico deram positivo para cepa britânica
28/01/2021 às 09h20

Melbourne (Austrália) - Duas das 10 pessoas que chegaram em Melbourne na semana passada e que acabaram dando positivo para o coronavírus, a espanhola Paula Badosa e seu técnico Javier Martí foram transferidos para um hotel com cuidados médicos para passar lá um internamento de 14 dias.

No dia em que começou a liberação da quarentena dos tenistas, Badosa e o treinador receberam uma má notícia. Segundo informa o Marca, os dois deram positivo para cepa britânica do coronavírus (mais transmissível) e podem ter a quarentena prolongada até o dia 3 de fevereiro, o que deixaria para a tenista espanhola apenas quatro dias de preparação antes do Australian Open.

Entretanto, existe a opção de Badosa conseguir sair antes do confinamento se for comprovado que ela e o treinador não são casos ativos e, portanto, não podem infectar as demais pessoas. Por enquanto a tenista espanhola seguirá trancada no seu quarto esperando uma definição da organização e das autoridades sanitárias.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG