Notícias | Dia a dia
Murray deve começar o ano jogando challenger
26/01/2021 às 16h39

Britânico está na lista de inscritos para challenger italiano em fevereiro

Foto: Arquivo

Biella (Itália) - Depois de desistir do Australian Open, já que pegou Covid-19 às vésperas de viajar para Melbourne e não teria tempo hábil para cumprir a quarentena obrigatória, Andy Murray pode começar a temporada jogando challenger. O britânico está na lista de inscritos do torneio que acontece em Biella, na Itália, entre os dias 15 e 21 de fevereiro em quadras duras e cobertas.

Ex-número 1 do mundo e vencedor de três Grand Slam, Murray está com 33 anos e ocupa o 123º lugar do ranking. O britânico já passou por duas cirurgias no quadril e chegou a anunciar a aposentadoria há dois anos, mas conseguiu voltar às quadras e até ganhou um título no ATP 250 da Antuérpia no fim de 2019.

O histórico de Murray em challengers é bem curto, com 24 vitórias e 13 derrotas, tendo conquistado dois títulos nos Estados Unidos ainda em 2005, nas quadras duras de Binghamton. Recentemente, em 2019, voltando da segunda cirurgia, jogou um challenger nas quadras da Rafa Nadal Academy em Mallorca.

Outras boas atrações na lista de inscritos são o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, outro que pegou Covid-19 pouco antes de viajar para Austrália, além do ex-top 10 francês Lucas Pouille (voltando de cirurgia no cotovelo) e de nomes da nova geração como o norte-americano Sebastian Korda e o italiano Lorenzo Musetti.

A cidade de Biella ainda recebe outro challenger, entre 8 de 14 de fevereiro, mas Murray não está na lista de inscritos.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva