Notícias | Dia a dia
Com cautela, Nadal vislumbra recorde de Grand Slam
26/01/2021 às 11h44

Adelaide (Austrália) - Empatado com o suíço Roger Federer como maior campeão de Grand Slam entre os homens, ambos com 20 conquistas, o espanhol Rafael Nadal é cauteloso ao falar sobre o recorde absoluto. Em entrevista à ESPN Argentina, na mesma em que criticou veladamente o sérvio Novak Djokovic, ele contou que esta marca é a que mais lhe interessa.

“Se agora eu tivesse que escolher um recorde, sim, seria esse. Mas depois não ter essa marca superada é uma outra história. Claro que adoraria ser o recordista, mas sempre trabalhei de uma maneira diferente”, afirmou o canhoto de Mallorca, que fará sua primeira apresentação em 2021 na exibição de Adelaide, na próxima sexta-feira, quando enfrentará Dominic Thiem.

Apesar da vontade de alcançar as 21 conquistas, Nadal garante que essa marca não impacta mentalmente sua postura antes de entrar nos quatros principais eventos do tênis mundial. “Isso não muda minha maneira de encarar os Grand Slams, não adiciona motivação ou pressão”, afirmou o vice-líder da ATP.

“O meu principal objetivo é estar saudável e o segundo ser feliz. Quero ser competitivo nos torneios que disputar e ter chance de conquistar um bom resultado”, observou Nadal, que dependendo de uma combinação de resultados neste começo de ano pode até sonhar com a volta ao número 1 no ATP 500 de Roterdã.

Contudo, ao ser questionado sobre a possibilidade, o espanhol disse que sequer sabia que era possível. “Juro para vocês que esta é a primeira vez que me falam que isso poderia ocorrer (risos). Se isso acontecer como fruto de bons resultados, será fantástico e estarei feliz, mas me inscrevi-me em Roterdã porque Indian Wells não vai ser realizado”, explicou Nadal.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva