Notícias | Dia a dia
Kyrgios vê liderança de Djokovic, mas destaca erros
26/01/2021 às 10h52

Camberra (Austrália) - Um dos maiores críticos do sérvio Novak Djokovic, inclusive tendo recentemente reclamado do posicionamento que o número 1 do mundo tomou quando os 72 tenistas foram isolados por estarem em voos com pelo menos um contaminado pelo coronavírus, o australiano Nick Kyrgios voltou a atacar.

Embora tenha destacado o papel de liderança de Djokovic, o australiano também cobrou que o sérvio perceba que precisa aceitar as consequências do que faz. “Ele é um dos líderes do nosso esporte, do tênis. Ele é o nosso LeBron James e tem que assumir a responsabilidade por suas ações. Ele fez coisas erradas durante o tempo da pandemia”, disse Kyrgios ao Herald Sun.

O atual número 47 do mundo ainda não esquece o que foi feito no Adria Tour e diz que a lição parece não ter sido aprendida, já que ‘Nole’ foi flagrado andando sem máscara no transporte do hotel para os treinos em Adelaide.

+ Kyrgios critica ego de Djokovic e namorada de Tomic
+ De Minaur: 'Nick é um dos caras mais legais que há'
+ Kyrgios: 'Djoko não é o maior, pois nunca me venceu'

“Às vezes perdemos o caminho certo e é uma questão de recuperá-lo. Não digo o que digo para receber a atenção da mídia. É apenas a educação que me deram”, falou o australiano de 25 anos, que segue sua preparação para o Australian Open em Camberra, sua cidade natal.

“Há semanas que trabalho muito e estou pronto para competir. Dei um descanso ao meu corpo e esse tempo em casa com a família me fez ver as coisas de outra perspectiva, tanto o tênis quanto a vida em geral, com ótimo humor ", declarou Kyrgios entrevista ao Tennis.com.

Desde a paralisação do circuito por causa da pandemia, em março do ano passado, o australiano não competiu mais. Questionado sobre as normas de segurança do Australian Open, ele mostrou confiança plena no que estão fazendo. “Sinto que nosso país administrou muito bem a crise de saúde e tenho plena confiança de que a Tennis Australia toma as medidas necessárias”.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva