Notícias | Dia a dia
Carla Suárez comemora o fim da quimioterapia
25/01/2021 às 18h44

Carla Suárez Navarro foi diagnosticada com a doença em setembro e tratamento durou seis meses

Foto: Arquivo

Barcelona (Espanha) - A segunda-feira foi especial para Carla Suárez Navarro. A experiente jogadora espanhola de 32 anos e ex-top 10 do ranking mundial realizou sua última sessão de quimioterapia para se recuperar do linfoma de Hodgkin. Diagnosticada em setembro do ano passado com a doença, que se origina no sistema linfático, Suárez Navarro passou por seis meses de tratamento.

Em bom estágio de recuperação, a espanhola já voltou a treinar. Em recente entrevista ao Diario Sport, ela afirma que o tênis a ajudou muito durante o tratamento do câncer. "O tênis me ajudou a lidar com a doença. Provavelmente, por tudo que eu passei como atleta e mais ainda em um esporte individual, você aprende a superar os problemas sozinha. Acho que foi muito importante, porque agora estou passando por um momento ruim e, nesse sentido, o tênis me ajudou muito".

No final de 2019, Suárez Navarro havia dito que pretendia disputar sua última temporada no circuito em 2020. Os planos da espanhola começaram a ser adiados pela pandemia da Covid-19, que a impediria de jogar o torneio de Madri, cancelado no ano passado. Após o diagnóstico da doença e do tratamento do câncer, voltar às quadras passou a ser uma meta para a veterana jogadora, que quer estar em breve nos Grand Slam e também nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva