Notícias | Dia a dia
Federação Espanhola recua e pede desculpas à Austrália
22/01/2021 às 19h05

Madri (Espanha) - Um dia depois de emitir um comunicado em que solicitava melhores condições para os tenistas que estão cumprindo a quarentena obrigatória em Melbourne antes do Australian Open, em especial para dois atletas de seu país, a Real Federação Espanhola de Tênis (RFET) pediu desculpas à Tennis Australia.

Na última quinta-feira a entidade havia se manifestado depois que a jogadora Paula Badosa, 67ª do ranking da WTA, foi diagnosticada com a Covid-19 mesmo estando em isolamento total, já que o voo em que ela viajou para Melbourne tinha uma pessoa contaminada pela doença. Além disso, outros dois tenistas espanhóis, Carlos Alcaraz e Mario Vilella também estão impedidos de saírem de seus quartos e fazem parte da lista de 72 nomes cumprindo isolamento total.

"A RFET quer esclarecer vários pontos de sua declaração referente ao Australian Open e à Tennis Austrália: Em primeiro lugar, gostaria de pedir desculpas se nossa declaração em algum momento foi interpretada como uma crítica aos seus métodos de trabalho, nada está mais longe de nossa intenção", diz a nota oficial publicada nesta sexta-feira.

"Agradecemos à Tennis Australia pelo esforço em organizar, nestes momentos difíceis devido à pandemia, o primeiro Grand Slam da temporada, algo vital para os nossos tenistas que vão voltar a competir e gerar recursos", acrescentou a entidade. "O Governo australiano tem demonstrado a eficácia das suas medidas contra a Covid-19 e dado exemplo para o mundo".

"A RFET quer reiterar a sua solidariedade para com todos os jogadores com resultado positivo. Também queremos apoiar os atletas espanhóis que, por diferentes circunstâncias, estão passando por um rígido confinamento de 14 dias. A nossa intenção foi solicitar ao Australian Open, com o maior respeito por suas aptidões, a possibilidade de explorar opções de treino seguras para os jogadores espanhóis em isolamento. Esta iniciativa é baseada na boa fé e de forma alguma questiona as ações do governo australiano ou da organização do torneio".

"Reconhecemos o esforço de ambas as organizações para organizar o evento. Sabemos que o simples fato de o tênis continuar a avançar, apesar das dificuldades, é uma boa notícia para os nossos jogadores".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva