Notícias | Copa Davis
ITF aprova novas mudanças na fase final da Davis
18/01/2021 às 15h18

Edição deste ano será disputada em 11 datas, e pode ser distribuída por três sedes. Em 2022, serão só 16 países na disputa

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - A Federação Internacional de Tênis (ITF) anunciou nesta segunda-feira novas mudanças no formato de disputa da Copa Davis. A entidade determinou que a fase final da competição de 2022 terá 16 países, e não mais 18 como acontece desde 2019. Além disso, o evento acontecerá em um número maior de datas e pode ser distribuído por até três cidades-sede.

Para a edição de 2021, o Conselho da ITF já aprovou que a competição tenha 11 dias de duração. Os jogos acontecerão entre os dias 25 de novembro e 5 de dezembro. Após reuniões da Federação com a parceira comercial Kosmos, também já é certo que a fase final terá 16 países a partir do ano que vem.

A próxima discussão é sobre um possível aumento no número de sedes, que também já pode valer neste ano. Pela proposta, outras duas cidades europeias se juntariam a Madri como sedes da Davis. Desse modo, cada uma dessas duas novas sedes seria palco de dois grupos e mais um duelo das quartas de final. Já Madrid também ficaria com dois dois grupos, além de dois duelos das quartas, bem como as semifinais e a final.

As propostas têm como objetivo melhorar a programação dos jogadores e valorizar a experiência dos torcedores, a fim de levar a competição a um público mais amplo. "Reconhecemos que os torneios mais bem-sucedidos se adaptam e evoluem com o tempo. E embora as finais da Davis de 2019 tenham proporcionado um tênis fantástico, também proporcionou alguns aprendizados", disse Albert Costa, que exerce a função de Diretor do Torneio da fase final da Davis.

"Estamos comprometidos com uma visão de longo prazo para esta competição histórica e estamos confiantes de que esses ajustes irão melhorar a experiência para jogadores e torcedores. Com grandes estádios para todos os confrontos e a introdução de um evento em várias sedes, levaremos a competição ao maior público possível. Ao mesmo tempo, poderemos aliviar a carga dos jogadores com melhorias na programação. Crucialmente, um cronograma revisado nos permitirá evitar que as rodadas terminem muito tarde, proporcionando mais descanso para os jogadores", acrescentou o ex-jogador profissional, destacando um dos principais problemas da edição de 2019, que foi com relação à duração das rodadas e horários dos jogos.

Aberto o processo de candidaturas das novas cidades-sede
A Kosmos Tennis lançou um processo de licitação aberto para identificar uma lista de cidades europeias com potencial para se juntar a Madri e sediar a fase final da Copa Davis de 2021. Uma decisão final sobre o formato de 2021 será tomada até março com base nas propostas de contingência de hospedagem e protocolos de Covid-19 recebidas dos licitantes.

As 18 equipes que participam das finais de Copa Davis de 2021 já foram sorteadas em seis grupos de três times. O sorteio ocorreu em março de 2020. O vencedor de cada grupo e os dois melhores segundos colocados (de acordo com o número de sets e jogos vencidos) avançam para as quartas de final.

Comentários