Notícias | Dia a dia
Tsonga: 'Urinei sangue após final com Federer'
16/01/2021 às 14h37

Paris (França) - Na mesma entrevista dada pelo francês Jo-Wilfried Tsonga ao programa DipTalk do Eurosport, na qual falou sobre o misto de sensações que tem por ser contemporâneo do Big 3, o atual 60 do mundo lembrou de quando conquistou o título do Masters 1000 de Toronto em 2014, batendo o sérvio Novak Djokovic e o suíço Roger Federer na caminhada para a conquista.

“Depois da final contra o Roger me senti totalmente exausto. Lembro-me de ir ao banheiro e começar a urinar sangue. Fiquei assustado e liguei para o médico, que me disse ter sido devido ao meu cansaço extremo e tensão”, contou Tsonga, que venceu o suíço na decisão em sets diretos, com o apertado placar de 7/5 e 7/6 (7-3).

“Ele explicou que eu havia rompido algumas fibras musculares e meu corpo os expeliu pela urina. Jamais poderei esquecer isso e todas as lutas que tive com o Big 3. Foi um orgulho enorme enfrentá-los”, complementou o francês, que havia superado Djokovic nas oitavas também em sets diretos.

O francês de 35 anos também comentou sobre como era difícil mentalmente saber que precisaria vencer dois ou três do Big 3 para vencer um título de primeira linha. “Chegava nas quartas de final e tinha que não desanimar ao olhar para a chave, porque meu próximo adversário seria um deles. E provavelmente se vencesse, nas semifinais jogaria contra outro e na final contra o terceiro”.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva