Notícias | Dia a dia
Em meio a lockdown, torneios na Tunísia param no meio
15/01/2021 às 14h54

Monastir (Tunísia) - A pandemia da Covid-19 segue afetando o calendário de competições do tênis internacional. As restrições não afetam apenas os principais eventos do circuito, mas também as competições menores. É o caso dos ITF M15 e W15 que aconteceriam nesta semana em Monastir, na Tunísia.

Os eventos, que são do menor nível do tênis profissional, distribuem cada um deles um prêmio total de US$ 15 mil entre os tenistas nas chaves. Além disso, oferecem no máximo 10 pontos nos rankings da ATP ou da WTA aos campeões.

O motivo do cancelamento foi o recente aumento no número de casos da Covid-19 na Tunísia, que levou o governo local a decretar um lockdown e o cancelamento de eventos esportivos. As chaves masculina e feminina estavam ainda nas oitavas de final e os tenistas  receberão prêmios referentes às rodadas que alcançaram.

Além disso, outros torneios que aconteceriam em Monastir nas duas próximas semanas - mais dois eventos masculinos e dois femininos - já estão previamente cancelados. 

O cancelamento de torneios em andamento ficou mais frequente desde o ano passado por causa da pandemia. No entanto, esse tipo de situação também pode acontecer quando chove muito na mesma semana. A brasileira Rebeca Pereira vivenciou esse tipo de situação na temporada passada, durante um ITF no saibro espanhol, e revelou ter ficado no prejuízo, já que o prêmio pago às jogadoras não cobria os gastos da semana.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva