Notícias | Dia a dia
Seis promessas da WTA garantem vagas no AO
13/01/2021 às 15h52

Com apenas 19 anos, a norte-americana Whitney Osuigwe já vai disputar seu quinto Grand Slam

Foto: Divulgação

Dubai (Emirados Árabes) - A nova geração do circuito feminino mostrou força na reta final do qualificatório do Australian Open, disputado ao longo da semana em Dubai. Ao todo, seis jovens jogadoras com até 21 anos conseguiram suas vagas na chave principal do primeiro Grand Slam da temporada, que acontece em Melbourne, a partir de 8 de fevereiro.

Principal cabeça de chave do quali e número 104 do mundo, a eslovena de 20 anos Kaja Juvan vai disputar seu segundo Australian Open e o sexto Grand Slam de sua carreira. Ela garantiu vaga depois de vencer nesta quarta-feira a eslovaca Rebecca Sramkova por 6/1 e 6/2.

Outro nome conhecido de quem acompanha com frequência as jovens promessas é o de Whitney Osuigwe, norte-americana de 19 anos e 161ª colocada. Ela venceu a canhota romena Mihaela Buzarnescu por 2/6, 7/6 (7-1) e 6/2. Osuigwe já vai disputar o segundo Australian Open e o quinto Slam.

A sérvia de 19 anos Olga Danilovic, que conquistou seu primeiro WTA ainda em 2018, enfim irá disputar uma chave principal de Grand Slam. Ela garantiu lugar em Melbourne depois de vencer a indiana Ankita Raina por 6/2, 3/6 e 6/1. Danilovic já foi 96ª do mundo há pouco mais de dois anos e atualmente está na 183ª colocação.

Em duelo entre duas jovens de 19 anos, a francesa Clara Burel levou a melhor sobre a colombiana Maria Camila Osorio Serrano e venceu por 6/4 e 6/3. Também com 19 anos, a italiana Elisabetta Cocciaretto assegurou lugar em Melbourne depois de vencer a francesa Harmony Tan por 6/3 e 6/1. Burel jogará seu terceiro Slam e Cocciaretto atua pela segunda vez.

Outra tenista jovem a se classificar foi a britânica de 20 anos Francesca Jones, 241ª do ranking, que venceu a chinesa Jia-Jing Lu por 6/0 e 6/1. Jones, que disputará seu primeiro Slam, nasceu com uma síndrome rara, chamada displasia ectrodactilia ectodérmica, e tem apenas quatro dedos em cada mão. Ela já se destaca há alguns no circuito profissional da ITF e chegou a ser aconselhada por médicos a não jogar tênis.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio