Notícias | Dia a dia
Menezes salva três match-points no quali do AO
10/01/2021 às 12h57

Doha (Catar) - Depois de um início ruim e de ver o adversário com três chances de fechar a partida no tiebreak do segundo set, o mineiro João Menezes mostrou coragem e sangue frio para obter grande virada na primeira rodada do qualificatório do Australian Open.

O número 3 do Brasil superou por fim o canhoto argentino Andrea Collarini com as parciais de 1/6, 7/6 (10-8) e 6/3, após 2h29 de muito esforço. Ele assim se junta a Felipe Meligeni, que venceu mais cedo o ex-top 25 do mundo Martin Klizan.

Menezes ainda se livrou de enfrentar a revelação italiana Lorenzo Musetti, que era o cabeça 13 do quali. Ele foi derrotado pelo holandês Botic van de Zandschulp, 156º do mundo, parciais de 3/6, 6/1 e 6/4.

Esta é a quarta tentativa do mineiro em 'furar' um quali de Grand Slam. Ele ficou a apenas um set da vaga no US Open de 2019. No ano passado, tentou a prévia do Australian Open em Melbourne e parou na estreia.

Jogo de muita pressão
Sem achar o tempo ideal de saque, Menezes foi totalmente envolvido pelo argentino no primeiro set e custou a achar uma força de atacar o backhand do canhoto. Quando ficou mais regular, subiu de produção.

Ainda assim, sempre esteve contra a parede, tendo de salvar dois break-points no sétimo game. Depois, foi quebrado e viu Collarini sacar com 6/5, mas reagiu, levou ao tiebreak e conseguiu evitar três match-points consecutivos, dois deles com devoluções profundas. Na única chance que teve, se manteve no ponto até o erro de Collarini.

O terceiro set não foi menos difícil. O argentino abriu 2/0, mas Menezes reagiu imediatamente e empatou no quarto game. O mineiro perdeu um 15-40 em seguida, mas concretizou a quebra para abrir 5/3 e tirar o resto da confiança adversária.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG