Notícias | Dia a dia
Federação ucraniana defende inocência de Yastremska
08/01/2021 às 14h55

Kyev (Ucrânia) - Após ter revelado um teste positivo para o metabolito mesterolone, em exame de urina realizado em novembro e já cumprindo suspensão preventiva, a jovem ucraniana Dayana Yastremska ganhou o apoio da federação de seu país. A tenista de 20 anos já havia se pronunciado, alegando inocência no caso, e agora tem a Federação Ucraniana ao seu lado na defesa.

Um comunicado divulgado pelas redes sociais da federação mostrou a posição firme da entidade em defesa enérgica de Yastremska. “A informação sobre o teste antidoping positivo surgiu do nada. A Federação Ucraniana de Tênis está absolutamente certa de que Dayana nunca usou uma substância proibida. Uma equipe de especialistas qualificados tem trabalhado neste assunto por várias semanas”.

O comunicado não só defendeu a tenista e revelou uma investigação em paralelo, mas também reforçou a ideia de inocência de Yastremeska. “Qualquer pessoa que puder passar horas analisando o caso vai entender que esse medicamento não pode ser tomado por uma mulher com o objetivo de melhorar seus resultados”, complementou.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva