Notícias | Dia a dia
Veterano treinador Bob Brett morre aos 67 anos
05/01/2021 às 12h01

Bob Brett trabalhou com vários campeões de Slam e em diferentes federações nacionais

Foto: LTA/Divulgação

Melbourne (Austrália) - O veterano treinador australiano Bob Brett morreu nesta terça-feira, aos 67 anos, vítima de um câncer. Em 46 anos de carreira como técnico, Brett trabalhou com vários campeões de Grand Slam como Johan Kriek, Boris Becker, Goran Ivanisevic e Marin Cilic.

Ele também contribuiu com o desenvolvimento do tênis ao atuar junto com várias federações nacionais e sendo mentor de vários outros treinadores em todo o mundo. Em 2020, recebeu da ATP o Prêmio Tim Gullikson por sua vitoriosa carreira como treinador. O australiano recebeu uma votação unânime de seus pares.

Nascido em Melbourne, Brett era conhecido não apenas por ensinar a parte técnica do tênis aos seus jogadores, mas também pelos conselhos que dava fora das quadras. Até por isso, mantinha ótimo relacionamento com todos os atletas com quem trabalhou. Famoso por seus longos exercícios de repetição, que eram reiniciados quando um jogador cometia um erro, ele abriu uma academia que leva seu nome em Sanremo, na Itália, em 2002.

O treinador australiano teve seu maior sucesso quando trabalhou com Boris Becker entre novembro de 1987 a fevereiro de 1991. Nesse período, o alemão conquistou três de seus seis títulos de Grand Slam e se tornou o número 1 do mundo. Também em 1991, foi contratado pelo pai de Goran Ivanisevic, Srdjan, e iniciou uma parceria que durou quatro anos com o croata e que rendeu 17 títulos no circuito e duas finais de Wimbledon: em 1992 e 1994.

Brett então treinou Andrei Medvedev na campanha até a final de Roland Garros em 1999, e também levou Nicolas Kiefer de fora do top 50 para o número 4 do mundo, além de também ter treinado Mario Ancic. Em 2004, recebeu em Sanremo um juvenil promissor de 15 anos, Marin Cilic. Ele trabalhou durante nove anos com o croata e fez com que ele se desenvolvesse técnica e fisicamente rumo ao título juvenil de Roland Garros em 2005 e ao 9º lugar do mundo como profissional. Cilic conquistaria seu único Grand Slam em 2014, já treinando com Ivanisevic.

Em seus trabalhos nas federações nacionais, Brett chegou a passar 20 semanas por ano no Japão e viajava com equipes juvenis do país. Também foi consultor de alto rendimento para Tennis Canada entre 2006 e 2008 e diretor de desenvolvimento de Jogadores para a British Lawn Tennis Association (LTA) entre 2014 e 2015. O australiano também fundou e comandou (entre 1996 e 2002) a academia que hoje é administrada por Patrick Mouratoglou na França.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva