Notícias | Dia a dia
Nadal começa o ano de olho no recorde dos Slam
03/01/2021 às 07h56

Nadal tem a chance de finalmente ultrapassar os números de Roger Federer

Foto: Arquivo

Manacor (Espanha) - Depois de conquistar o 20º título de Grand Slam de sua carreira em Roland Garros, Rafael Nadal tem chance de se isolar como recordista de troféus deste porte já no Australian Open. Nadal tem o mesmo número de conquistas de Grand Slam que Roger Federer, mas o suíço não irá atuar no torneio australiano, que começa em 8 de fevereiro.

Federer detém o recorde de títulos de Grand Slam desde 2009, quando conquistou seu 15º torneio deste porte na grama de Wimbledon e ultrapassou a marca de Pete Sampras. Desde então, o suíço sempre liderava essa estatística de forma isolada até ser alcançado pelo espanhol em outubro de 2020.

Para chegar ao recorde já em Melbourne, entretanto, Nadal precisa melhorar seu histórico no torneio, especialmente em finais. O único título de Australian Open na carreira do espanhol de 34 anos foi conquistado ainda em 2009. Desde então, amargou quatro vice-campeonatos: em 2012, 2014, 2017 e 2019.

Mas mesmo que a liderança no número de títulos de Grand Slam não venha na Austrália, Nadal ainda pode assumir o topo dessa estatística em Roland Garros. Afinal, ele já venceu treze vezes o Grand Slam francês, incluindo as últimas quatro edições. Apesar de ainda não aparecer no calendário da ATP, a organização de Roland Garros pretende realizar o evento entre 24 de maio e 6 de junho de 2021.

Quase 800 semanas seguidas no top 10
A busca pelo recorde de títulos de Grand Slam não é a única marca a ser alcançada por Nadal na próxima temporada. Ainda em janeiro, o atual número 2 do mundo irá completar 800 semanas seguidas no top 10 do ranking. Ele tem atualmente 797 entre os dez primeiros colocados. Essa série começou em 25 de abril de 2005 e é um recorde na história da ATP. Em novembro, ele superou a marca de Jimmy Connors, com 789 semanas seguidas no top 10.

Além disso, Nadal precisa de apenas mais 14 vitórias em quadras de piso duro para chegar à marca de 500 nessa superfície. Somente três jogadores conseguiram 500 ou mais vitórias nas quadras sintéticas: Roger Federer (782), Novak Djokovic (604) e Andre Agassi (592).

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva