Notícias | Dia a dia
Medalha olímpica é a principal meta de Osaka no ano
02/01/2021 às 09h13

Osaka terá preparação especial para buscar uma medalha jogando em casa

Foto: Arquivo

Tóquio (Japão) - Terceira colocada no ranking mundial e vencedora de três Grand Slam, Naomi Osaka estabeleceu como meta para 2021 ter um bom desempenho nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O evento foi adiado em um ano por causa da pandemia da Covid-19 e a japonesa terá uma preparação especial para buscar uma medalha jogando em casa. As competições de tênis em Tóquio serão entre os dias 24 de julho e 1º de agosto.

"Naomi definiu como sua maior meta em 2021 ter um bom desempenho nos Jogos Olímpicos de Tóquio", escreveu Yutaka Nakamura, preparador físico de Osaka, em artigo publicado no jornal japonês Mainichi Shimbun.

"No restante de sua carreira, ela provavelmente só poderá competir em mais três olimpíadas: Tóquio, Paris em 2024 e Los Angeles em 2028. Ela tem um número limitado de chances, e uma delas é em Tóquio", comentou a respeito da jogadora de 23 anos. "Além disso, ela jogará os quatro Grand Slam no ano que vem, e gostaríamos de nos preparar para que ela possa ter o melhor desempenho nesses eventos".

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Yutaka Nakamura (@yutakanakamura_)

Nakamura tem bastante experiência no tênis de alto nível e já trabalhou com nomes como Maria Sharapova e Kei Nishikori. Ele deu detalhes sobre como está sendo o período de pré-temporada da japonesa. Osaka só deverá retornar ao circuito na primeira semana de fevereiro, quando Melbourne recebe dois WTA 500 simultâneos. Já Australian Open tem início no dia 8 do mesmo mês.

"Trabalho como preparador físico há mais de 20 anos, e este é o período de pré-temporada mais longo que já experimentei, devido aos efeitos do novo coronavírus. Depois de vencer o US Open em setembro de 2020, Naomi fez uma pausa de quase dois meses e começou a treinar novamente no início de novembro. Seu treinador belga Wim Fissette e eu estamos hospedados na casa dela, em Los Angeles, então passamos muito tempo juntos", avaliou o preparador físico.

Preparador destaca a disciplina da japonesa
A disciplina que Osaka tem para administrar o tempo de descanso e não exagerar na carga de treinamentos para prevenir lesões também foi elogiada. "Alguns atletas têm receio de descansar, mas Naomi não tem o menor medo. Ela é melhor nessas pausas do que a Maria Sharapova, por exemplo. Durante os intervalos, há dias em que Naomi se exercita, mas ela basicamente fica longe do tênis".

"Com base na minha experiência, os jogadores podem descansar se tiverem a sensação de que podem dar tudo de si quando treinam e jogam. Não forço a Naomi a 'fazer isso e aquilo' quando ela está de folga. Ela criou seu próprio ritmo e eu tento dar os conselhos na hora certa".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva