Notícias | Dia a dia
Pouille fica fora do AO pelo segundo ano seguido
28/12/2020 às 10h29

Pouille passou por cirurgia no cotovelo direito em julho

Foto: Arquivo

Melbourne (Austrália) - Semifinalista do Australian Open em 2019, Lucas Pouille só terá a chance de voltar ao torneio em 2022. Ele já não havia disputado a edição deste ano por conta de uma lesão no cotovelo direito. O francês passou por cirurgia em julho para acabar com as dores recorrentes, mas não conseguirá se recuperar a tempo para disputar partidas de cinco sets no Grand Slam australiano, que começa em 8 de fevereiro.

Pouille só fez uma partida oficial em 2020, no challenger de Indian Wells, que aconteceu em março. Semanas antes da cirurgia, tentou voltar ao ritmo de competição disputando o UTS, circuito promovido por Patrick Mouratoglou na França, enquanto o calendário da ATP estava parado em razão da pandemia. 

O ex-número 10 do mundo aparece atualmente na 70ª posição do ranking, aos 26 anos. Mesmo com o longo período inativo, ainda consegue se manter no top 100 devido à mudança temporária no cálculo do ranking. A ATP está considerando os 18 melhores resultados de cada jogador em 24 meses, entre março de 2019 e março de 2021.

Francês volta ao circuito jogando challengers
A equipe de Pouille emitiu um breve comunicado, dizendo que o francês "decidiu fazer uma recuperação gradual a fim de melhor garantir seu aumento de potência após longos meses fora do circuito".

De acordo com o jornal L'Equipe, o retorno de Pouille às competições será em eventos de nível challenger em seu país. Ele jogará em Quimper, entre os dias 25 e 31 de janeiro, e depois em Orleans, do dia 1º ao dia 7 de fevereiro.

O polonês Kamil Majchrzak entra diretamente na chave principal do Grand Slam australiano.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva