Notícias | Dia a dia
Paire: 'Prefiro estar no top 30 e aproveitar a vida'
22/12/2020 às 16h32

Paris (França) - O tenista francês Benoit Paire disse que prefere jogar golfe e tomar uma bebida quando quiser do que sacrificar tudo para ser o número 1 do mundo. Embora muitos acreditem que ele poderia ter feito mais em sua carreira, o atual número 28 do mundo está satisfeito com suas escolhas.

“O tênis sempre foi um jogo para mim, apenas coincidiu em ser o meu trabalho também. Sinto uma onda de adrenalina, quero experimentar alguns golpes malucos e ver a reação dos espectadores. Gosto de fazer isso desde criança”, afirmou o francês de 31 anos, que tem três títulos em nível ATP e cujo melhor ranking foi a 18ª colocação em novembro de 2016.

“Ser campeão de Grand Slam nunca foi meu desejo. Prefiro estar no top 30 e aproveitar a vida. Jogo golfe e bebo quando quero, em vez de sacrificar tudo para ser o número 1 do mundo. Os caras do topo estão mentalmente e fisicamente mais preparados do que eu”, falou Paire, sem ter problemas em assumir a forma como lida com a carreira.

Ele também garante não ter ciúmes de Rafael Nadal, Roger Federer e Novak Djokovic. “Eu os respeito muito, mas não os invejo. Acho o que eles fazem incrível. Lembro quando o Rafa venceu Roland Garros e treinou na grama na semana seguinte. Se eu ganhasse Roland Garros, não sei se jogaria Queen’s ou mesmo Wimbledon. Acho até que encerraria a temporada aí. Eu os admiro, mas nunca serei como eles”.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva