Notícias | Dia a dia
Djokovic completa 300 semanas como número 1
21/12/2020 às 08h33

Miami (EUA) - Na caça pelo recorde do suíço Roger Federer do número de semanas como número 1 do mundo, o sérvio Novak Djokovic alcançou uma marca expressiva nesta segunda-feira. Segundo maior líder da história da ATP, o tenista de 33 anos chegou às 300 semanas na ponta do ranking.

Djokovic precisa de mais 10 semanas para igualar o recorde de 310 de Federer e tem tudo para conseguir o feito, principalmente com o congelamento dos pontos nos dois primeiros meses de 2021, não precisando defender os títulos da ATP Cup, do Australian Open e do ATP 500 de Dubai.

Caso se mantenha ininterruptamente na ponta, o sérvio deixará Federer para trás no ranking divulgado no dia 8 de março, quando alcançará as 311 semanas.

Em 2020, ‘Nole’ ultrapassou o norte-americano Pete Sampras, terceiro maior número 1 da história, que tem 286 semanas na liderança. Completam o top 5 o tcheco naturalizado norte-americano Ivan Lendl (270 semanas) e o norte-americano Jimmy Connors (267).

O espanhol Rafael Nadal é apenas o sexto nessa lista e vem bem mais atrás com 209 semanas na ponta. Apenas mais um tenista em atividade já alcançou o topo do ranking, o britânico Andy Murray, que com suas 41 semanas é apenas o 14º, logo atrás de Guga Kuerten (43 semanas).

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva