Notícias | Dia a dia
Indian Wells e Miami lutam para acontecer em 2021
19/12/2020 às 11h43

Miami não vê chance de alterar data e acena com mudança para Abu-Dhabi

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Com mudanças drásticas no calendário de abertura da temporada e ainda diante da força com que a pandemia de coronavírus atinge os Estados Unidos, os dois Masters 1000 do primeiro semestre em quadras norte-americanas estão diante de quadros inseguros.

Segundo reporta o jornalista italiano Luca Fiorino, cada um dos torneios luta para tentar se viabilizar em 2021, depois que ambos foram cancelados no início da primeira onda de Covid-19 em março.

Indian Wells, no deserto da Califórnia, está bem mais perto do cancelamento do que da realização. A pandemia no estado, a provável ausência de público e o desinteresse dos patrocinadores forçam a organização tentar duas alternativas: adiar para depois do US Open ou para o final da temporada. No primeiro caso, há o problema do calendário com os torneios asiáticos.

Miami por sua vez pretende manter a data de 24 de março, mas para isso terá de contar com o cancelamento de Indian Wells. No entanto, o surto da Covid-19 permanece alto na Flórida. Assim, os promotores avaliam realizar em outro local, até mesmo em Abu Dhabi, facilitando o translado para quem vem do Australian Open. Caso contrário, a saída será retirar outra vez o Masters do calendário.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva