Notícias | Dia a dia
Campeã do Orange Bowl iguala façanha de Andreescu
13/12/2020 às 15h23

Ashlyn Krueger havia vencido a categoria 16 anos em 2019 e agora triunfa na chave principal

Foto: Arquivo

Plantation (EUA) - O domingo decisivo do Orange Bowl foi marcado por surpresas, já que os títulos ficaram com duas promessas de apenas 16 anos. O francês Arthur Fils e a norte-americana Ashlyn Krueger derrubaram favoritos nas finais de um dos torneios mais tradicionais do circuito internacional juvenil, e que vale 500 pontos no ranking da categoria. As disputas do ITF JA aconteceram em Plantation, na Flórida, em quadras de har-tru (saibro verde).

Krueger conseguiu uma façanha muito rara no evento que é disputado desde 1947. Campeã da categoria 16 anos na temporada passada, ela recebeu convite para participar da chave principal este ano e levou mais um troféu. O título veio com a vitória por duplo 6/4 sobre a bielorrussa Jana Kolodynska, jogadora de 17 anos e 31ª do ranking.

A promessa norte-americana é apenas a 429ª colocada no ranking mundial juvenil, mas já mostra boa adaptação contra jogadoras até dois anos mais velhas. Este ano, ela já disputou duas finais de ITF J4. Já durante a semana do Orange Bowl, venceu a campeã do Australian Open juvenil Victoria Jimenez Kasintseva. Por sua vez, Kolodynska amarga o segundo vice-campeonato seguido no torneio.

A última tenista a vencer as categorias 16 e 18 anos do Orange Bowl havia sido Bianca Andreescu, em nos anos de 2014 e 2015. A canadense evoluiu rapidamente no circuito profissional, conquistando na temporada passada seu primeiro Grand Slam no US Open, com apenas 19 anos. Antes delas, Mary Joe Fernandez também conseguiu esse feito em 1984 e 1985.

Já na chave masculina, Arthur Fils surpreendeu o principal cabeça de chave do torneio. O francês de 16 anos e 166º do ranking venceu o húngaro de 18 anos Peter Fajta, 27º colocado, com parciais de 6/1, 4/6 e 6/2. Até então, Fils só havia conquistado um título no circuito juvenil da ITF, ainda assim em um torneio J4 em Eindhoven, na Holanda. Ele também jogou Roland Garros este ano e chegou à terceira rodada.

A final feminina de duplas teve quatro norte-americanas em quadra. Reese Brantmeier e Kimmi Hance venceram Elise Wagle e Katja Wiersholm por 6/1, 4/6 e 10-8. No masculino, melhor para os húngaros Peter Fajta e Zsombor Velcz, que venceram o chinês Juncheng Shang e o paraguaio Adolfo Daniel Vallejo por 6/4 e 6/3.

Torneio já revelou grandes nomes
A lista de grandes nomes do tênis a vencer o torneio conta com Chris Evert, Bjorn Borg, Jim Courier, Ivan Lendl, Gabriela Sabatini, Roger Federer, Andy Roddick, Caroline Wozniacki, Dominic Thiem, Bianca Andreescu, Sofia Kenin e Coco Gauff.

O tênis brasileiro tem cinco títulos na história do Orange Bowl. Os três primeiros foram no final da década de 1950, com Carlos Fernandes em 1956, Maria Esther Bueno em 1957 e Ronald Barnes em 1958. Além deles, Thomaz Koch foi campeão em 1963, enquanto Fernando Meligeni venceu em 1989.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva