Notícias | Dia a dia
'É péssimo não saber o que vai acontecer', diz americano
04/12/2020 às 15h36

Nova York (EUA) - Atual 73 do mundo, uma colocação só abaixo de seu melhor ranking, o norte-americano Marcos Giron terminou a temporada com bons resultados e se mostrou otimista pelo que pode fazer em 2021. Contudo, o tenista de 27 anos revelou, em entrevista ao Tennis.com, certa apreensão por causa das incertezas sobre o calendário do começo do próximo ano.

“É péssimo não saber com exatidão tudo que vai acontecer com Australian Open e o como serão os primeiros três meses da temporada. Tento aproveitar o meu tempo em casa e quero me manter preparado. Saí reforçado da pausa devido à pandemia”, afirmou o norte-americano, que anotou 7 de suas 9 vitórias em nível ATP depois da pausa pelo coronavírus.

“Foi um ano incrível para mim. Em 2019 passei de top 300 para top 100 e agora já tenho a consistência necessária para jogar torneios ATP e para ser competitivo diante dos grandes nomes do circuito. Jogar contra Medvedev em Cincinnati foi uma grande experiência e me fez ver que posso competir com os melhores e deu para perceber o nível de tênis que eu posso dar”, comemorou.

Giron começou o ano disputando challengers e fez semi em Bendigo. Às vésperas da paralisação, ele havia vencido um jogo no ATP 250 de Nova York e outro no ATP 500 de Acapulco, anotando dois triunfos antes para furar o quali. No retorno, o norte-americano passou pelos classificatórios em Cincinnati, Colônia 1, Antuérpia e Paris.

Na capital francesa, ele chegou a superar o top 10 Matteo Berrettini antes de cair nas oitavas diante do canadense Milos Raonic. “Estava muito nervoso para fechar o jogo, mas sinto que aprendi muito com isso. A melhoria dos meus resultados tem a ver com a minha mentalidade. Antes achava que estava longe dos bons tenistas, não tinha confiança”, falou o norte-americano.

“Mas agora quando vou para quadra sinto que posso ganhar de qualquer um. O objetivo que se segue é chegar ao top 50 e consolidar a minha posição lá ainda que a minha grande meta seja vencer um título ATP e chegar a uma segunda semana em torneios do Grand Slam. Estou preparado para isso e sinto que posso continuar a melhorar”, finalizou Giron.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG