Notícias | Dia a dia
AO comunica nova data e ATP tenta resolver calendário
03/12/2020 às 14h28

Miami (EUA) - Enquanto não se torna oficial, cada vez mais tudo indica que o Australian Open começará mesmo depois do planejado, possivelmente tendo largada no dia 8 de fevereiro, três semanas após o previsto. A direção do primeiro Grand Slam já comunicou à entidade seu plano e agora a ATP tenta montar o quebra-cabeça que virou o calendário do início de 2021.

“Sobre uma nova data: No momento o desejo do Australian Open foi comunicado. A ATP (torneios e jogadores) ainda não deu uma resposta definitiva a isso. Não queremos antecipar, mas presumir que uma boa solução será encontrada”, afirmou através das redes sociais a direção do ATP 500 de Roterdã, um dos torneios que seriam prejudicados pela mudança.

Caso seja confirmada a nova data do Slam australiano para três semanas além da original, pelo menos 9 torneios seriam diretamente afetados, entre eles o Rio Open, que já negou os rumores de que não acontecerá em 2021. Além do ATP 500 carioca, outros dois torneios sul-americanos também estariam entre os afetados, os ATP 250 de Córdoba e Buenos Aires.

Completam a lista o ATP 500 de Roterdã e os ATP 250 de Nova York, Marselha e Delray Beach. Entre os eventos marcados para fevereiro, os ATP 500 de Dubai e Acapulco e o ATP 250 de Santiago não seriam diretamente afetados, mas com uma mudança no calendário podem também sofrer mudanças.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva