Notícias | Dia a dia
Wild concorre ao prêmio de revelação do ano na ATP
02/12/2020 às 15h41

Entre os seis indicados, Wild foi o único a vencer um torneio da ATP

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - A ATP definiu nesta quarta-feira os indicados para suas premiações individuais. Entre as categorias está o prêmio de Revelação do Ano, com participação brasileira. Thiago Wild está entre os concorrentes na categoria que destaca tenistas da nova geração e que chegaram ao grupos dos 150 melhores do mundo com resultados expressivos no circuito da ATP. A votação é feita pelos próprios jogadores e os resultados serão conhecidos no final de dezembro. 

Atualmente com 20 anos e número 115 do mundo, Wild é o único dos indicados a ter conquistado um torneio da ATP em 2020. Ele foi campeão no saibro de Santiago, ainda em março, pouco antes da paralisação do circuito devido à pandemia da Covid-19. O paranaense havia iniciado a temporada apenas no 211º lugar do ranking.

O indicado mais jovem dessa categoria é o espanhol de 17 anos Carlos Alcaraz, que saltou do 492º para o 140º lugar do ranking, ao conquistar três títulos de challenger e vencer seu primeiro jogo de nível ATP no Rio Open.

Outro atleta muito jovem é o italiano de 18 anos Lorenzo Musetti, 128º do ranking. Ele venceu seu primeiro challenger em Forli, foi semifinalista do ATP 250 da Sardenha e também venceu jogadores de destaque como Kei Nishikori e Stan Wawrinka durante o Masters 1000 de Roma.

O norte-americano de 20 anos Sebastian Korda, 118º do ranking, também foi lembrado. Ele conquistou seu primeiro título de challenger em Eckental, na Alemanha, e também conseguiu uma grande campanha em Roland Garros, indo desde o quali até as oitavas de final.

A ATP também indicou dois tenistas de 21 anos, o finlandês Emil Ruusuvuori, número 86 do mundo, e o canhoto austríaco Jurij Rodionov, 142º colocado. Rodionov ganhou dois challengers no ano, furou o quali de Roland Garros e ganhou de Denis Shapovalov em Viena, enquanto Ruusuvuori foi semifinalista do ATP 250 de Nur-Sultan, além furar os qualis e vencer jogos das chaves principais de Cincinnati e do US Open.

Sinner ganhou no ano passado
No ano passado, o vencedor desse prêmio foi Jannik Sinner. O italiano de 19 anos e 37º do ranking está agora concorrendo ao prêmio de tenista que mais evoluiu na temporada, junto com Andrey Rublev, Ugo Humbert e Diego Schwartzman.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva