Notícias | Dia a dia
Leconte torce, mas não vê Federer campeão de Slam
02/12/2020 às 15h13

Paris (França) - O desempenho que o suíço Roger Federer poderá ter quando retornar ao circuito, depois de perder quase toda a temporada de 2020 com um problema no joelho direito, tendo que passar por duas artroscopias, segue questionado pelos especialistas. Em entrevista ao TennisActu, o francês Henri Leconte falou um pouco sobre o que acha da volta do atual número 5 do mundo.

A torcida do ex-tenista profissional francês é para que Federer possa retomar o nível de antes, mas ele mesmo sabe que será muito difícil para o suíço conseguir o mesmo desempenho de outrora. “Todos nós queremos acreditar que ele continuará motivado e será capaz de fazer uma daquelas reviravoltas triunfais milagrosas que sempre nos fascinaram”, falou Leconte.

“Acho que todos gostariam que ele ganhasse outro título de Grand Slam, mas o ímpeto dos jovens está cada vez maior. Roger fez tanto por este esporte e nos fez sonhar tanto que adoraria vê-lo novamente no topo, mas acho que vai ser muito, muito difícil”, complementou o francês de 57 anos, vice-campeão de Roland Garros em 1988.

O francês já falou anteriormente o fim da carreira do suíço Federer será um marco no esporte, destacou a figura do suíço em relação aos outros dois integrantes do Big 3 e apostou que a aposentadoria acontecerá no ano que vem. “Não ficaria surpreso se o suíço decidisse que se aposentará após Wimbledon”, comentou Leconte.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva