Notícias | Dia a dia
Menezes diz que match-point salvo dá mais confiança
02/12/2020 às 11h14

Mineiro enfrentou um match-point na reta final do terceiro set e depois concretizou a virada

Foto: João Pires/Fotojump

Campinas (SP) - O mineiro João Menezes buscou uma grande virada na noite desta terça-feira e superou a estreia no challenger de Campinas. Depois de salvar match-point no terceiro set, ele venceu o argentino Juan Pablo Ficovich com parciais de 4/6, 6/3 e 7/6 (7-5).

“Foi um jogo duríssimo. À noite (a quadra) certamente está bem mais lenta, no começo do jogo eu até estranhei, porque estava com muita troca de bola e eu queria definir logo os pontos”, analisou o mineiro de 23 anos, que começou mal no primeiro set, esboçou reação, mas acabou saindo atrás.

“Errei muitas bolas até o 5/2, tentei me acalmar, jogar sem pressa e construir um pouco mais o ponto. No primeiro set já surtiu resultado, tive break point para empatar 5/5, e depois consegui me manter firme durante o jogo”, comentou Menezes.

Vindo da semifinal em São Paulo, seu melhor resultado na temporada, Menezes acredita que salvar um match-point antes do tiebreak decisivo no terceiro se lhe deu mais confiança para a sequência no torneio.

“O que passa na cabeça (no match point contra) é continuar competindo, continuar ponto a ponto. Vim de um bom torneio na semana passada e agora uma estreia complicada, salvando match point. Acho que isso soma para a carreira do jogador”, destacou Menezes, que volta à quadra na quinta-feira contra o cazaque Dmitry Popko.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva