Notícias | Dia a dia
Reis equilibra ações, mas cai para favorito em Campinas
30/11/2020 às 18h43

Reis fez um duelo de três sets diante de um dos principais favoritos ao título

Foto: João Pires/Fotojump

Campinas (SP) - Convidado para a disputa do challenger de Campinas, João Lucas Reis atuou em bom nível nesta segunda-feira, mas não conseguiu superar a rodada de estreia. O pernambucano de 20 anos e 556º do ranking equilibrou as ações contra o argentino Facundo Bagnis, cabeça 3 do torneio e número 126 do mundo, e acabou perdendo um jogo de 2h34 com parciais de 6/7 (5-7), 6/4 e 6/4.

Reis ganhou 18 posições no ranking da ATP desta semana depois de ter furado o quali no challenger de São Paulo e está a apenas três posições de igualar a melhor marca da carreira. Em 2020, conseguiu dez vitórias e sete derrotas no circuito da ITF, com um título no México ainda em fevereiro, além de ter atuado nos dois challengers do Brasil. Ele já soma três títulos de nível future na carreira.

Bagnis foi o campeão do challenger de Campinas em 2016, ano em que chegou a ser a número 55 do mundo no ranking da ATP. O canhoto argentino de 30 anos enfrenta na próxima rodada o vencedor da partida entre o também argentino Renzo Olivo e o ucraniano Vitaliy Sachko.

Veja como foi o duelo entre Reis e Bagnis

Apesar de ter enfrentado quatro break points em seus primeiros games de serviço, Reis sacou muito bem nos momentos de maior pressão e conseguiu uma quebra no sétimo game da partida para fazer 4/3, mas Bagnis igualou a disputa logo na sequência. Com o placar empatado por 5/5, o pernambucano teve duas novas chances de quebra, não aproveitou, mas conseguiu vencer a parcial no tiebreak com uma ótima devolução.

O segundo set começou com games longos e Reis não aproveitou seus dois break points. Bagnis, por sua vez, foi preciso na única oportunidade de quebra que teve em toda a parcial e chegou a fazer três games seguidos para liderar por 4/2 e sustentar o placar. Logo na abertura do terceiro set, o argentino conseguiu outra quebra de serviço. Reis fazia jogo consistente do fundo de quadra, e vinha tendo mais segurança nos games de serviço, mas seguia sem conseguir quebrar. No último set, Bagnis não enfrentou break points e cedeu apenas cinco pontos no saque.

Gutierrez também se despede
Outro brasileiro eliminado da competição foi Oscar Jose Gutierrez. O gaúcho de 27 anos e 403º do ranking perdeu para o jovem argentino de 19 anos Sebastian Baez, ex-número 1 juvenil e atual 319º da ATP, com parciais de 7/5, 1/6 e 6/1. Baez espera pelo vencedor entre o colombiano Daniel Elahi Galan e o holandês Jelle Sels.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva