Notícias | Dia a dia
Djokovic: 'Slam e número 1 são maiores objetivos'
30/11/2020 às 14h46

Miami (EUA) - Para o sérvio Novak Djokovic, 2021 representará um ano cheio de oportunidades para fazer ainda mais história. Ele não só pode continuar diminuir a diferença para Roger Federer e Rafael Nadal na corrida do Grand Slam, mas também está a caminho de ultrapassar o recorde do suíço em semanas na liderança do ranking.

O tenista de Belgrado precisa se manter na ponta até o ranking divulgado no dia 8 de março para chegar a 311 semanas. Suas chances de alcançar tal marca são muitas, principalmente porque a ATP resolveu congelar os pontos dos dois primeiros meses de 2020, período em que ‘Nole’ venceu 13 jogos seguidos, conquistando a ATP Cup, o Australian Open e o ATP 500 de Dubai.

“Estou ciente da quantidade de semanas, não sei exatamente a data, mas sei que provavelmente será no primeiro ou início do segundo trimestre do ano que vem se eu mantiver minha classificação em primeiro lugar. Estou chegando perto e sinto que estou em uma situação muito boa”, afirmou o sérvio de 33 anos para o Tennis.com.

“Também tenho jogado muito bem e com saúde, o que é ótimo. Os Grand Slams e o número 1 são os dois maiores objetivos profissionais que tenho no momento. O recorde de mais semanas na liderança é algo que está no horizonte. Vou dar o meu melhor e tudo o que posso dar para alcançar isso”, complementou Djokovic.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva