Notícias | Dia a dia
Sonho olímpico mantém o otimismo de Del Potro
28/11/2020 às 09h49

Buenos Aires (Argentina) - A intenção de competir nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021 mantém o argentino Juan Martin del Potro disposto a lutar por mais um retorno ao circuito. Afastado desde junho do ano passado para uma série de cirurgias no joelho, ele garante que ainda não é hora de pensar na aposentadoria.

"Está custando muito para voltar, isso é algo que não posso esconder", admitiu ele, em entrevista à rede ESPN. "Mas ainda mantenho a ideia de voltar porque tenho muita vontade de jogar. Estou lutando para me recuperar, sinto que minha caminhada ainda não está completa". Ele relembra que conseguiu superar as três cirurgias no punho em 2015.

Sua principal motivação é a vaga nos Jogos de Tóquio. "Quero estar lá. Devido à maldita pandemia, as Olimpíadas foram adiadas. Seria um prêmio representar a Argentina uma vez mais", seguiu o medalha de prata nos Jogos do Rio, em 2016.

Delpo também lamentou a morte de Maradona: "Ainda me custa a acreditar no que aconteceu com ele. Só tenho lembranças lindas dele. Maradona entrou em contato comigo para estar presente na final da Copa Davis em 2016 e organizei tudo para que fosse. Sempre se comportou com muito respeito, ainda que fosse difícil manter tranquilidade com Diego. Ele transmitia uma força e uma energia que não recebia de outra pessoa. Cada noite, por minha conta, sem que ninguém soubesse, o via durante 10 minutos. Todas as conversas com Maradona me faziam super bem".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva