Notícias | Dia a dia
Australian Open pode sofrer atraso de até 2 semanas
25/11/2020 às 09h36

Melbourne (Austrália) - O ministro dos Esportes de Victoria, Martin Pakula, disse para o Sidney Morning Herald que o Australian Open de 2021 'provavelmente' será atrasado por uma ou duas semanas, mas reiterou que a situação está evoluindo rapidamente. As negociações entre a Tennis Australia e o governo estão em andamento.

Na última terça-feira, a direção do Grand Slam australiano se mostrou esperançosa de que o torneio ainda poderá começar na data planejada de 18 de janeiro. Foi estabelecido um plano para jogar todos os eventos em Melbourne, mas o governo segue firme na cobrança de uma quarentena rígida de 14 dias e isso tem complicado a situação.

Pakula não foi capaz de confirmar se as chegadas internacionais para o Australian Open seriam consideradas dentro ou fora do limite de 160 chegadas por dia permitidas pelo estado de Victoria, onde se localiza a sede do primeiro Grand Slam da temporada. "Tudo isso ainda está sendo discutido sobre se os tenistas serão incluídos ou não no limite, então eu não gostaria de especular sobre isso", disse.

Idealmente, os jogadores gostariam de ser capazes de treinar em um ambiente de bolha antes da competição, mas Pakula não entrou nos detalhes. “Os requisitos de quarentena serão aqueles que finalmente forem acordados com o departamento de saúde pública e então caberá ao ATP e ao WTA se eles são aceitáveis ou não”, falou o ministro.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva