Notícias | Dia a dia
Jarry volta de suspensão, mas cai ainda na estreia
23/11/2020 às 19h05

Jarry cumpriu onze meses de suspensão e foi autorizado a voltar na semana passada, sem ranking

Foto: Arquivo

Lima (Peru) - O chileno Nicolas Jarry disputou nesta segunda-feira seu primeiro jogo depois de cumprir onze meses de suspensão por doping. Jarry recebeu convite para o challenger de Lima, mas foi eliminado ainda na rodada de estreia. Ele foi superado pelo peruano Nicolas Alvarez, 350º do ranking, com parciais de 6/2, 2/6 e 6/2.

Jarry havia testado positivo para Ligandrol (SARM LGD-4033) e Stanzolol, substâncias enquadradas na categoria de agentes anabólicos pela Agência Mundial Antidoping (Wada), em um exame de urina realizado no dia 19 de novembro de 2019. Suspenso provisoriamente desde 16 de dezembro de 2019, foi autorizado a voltar a jogar na segunda-feira passada, dia 16 de novembro.

Campeão do ATP 250 de Bastad no ano passado, Jarry chegou a ocupar o 38º lugar do ranking da ATP. Atualmente com 25 anos, encontra-se zerado na classificação e vai depender de convites ou ter que escalar todo o ranking desde os torneios de nível future. Tenistas que estavam suspensos por doping não puderam usufruir do congelamento dos pontos conquistados em 2019, adotados pela ATP e pela WTA.

Algoz de Jarry no challenger peruano, Alvarez está com 24 anos e tem como melhor ranking da carreira o 295º lugar. Seu próximo adversário no torneio será o vencedor da partida entre o eslovaco Andrej Martin e o chileno Alejandro Tabilo.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva