Notícias | Dia a dia | ATP Finals
'Pequenos detalhes fizeram a diferença', diz Nadal
21/11/2020 às 21h24

Nadal chegou a sacar para o jogo no segundo set da semifinal deste sábado

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Eliminado na semifinal do ATP Finals, Rafael Nadal acredita que poucos detalhes fizeram a diferença na derrota deste sábado para Daniil Medvedev. O espanhol venceu o primeiro set e chegou a sacar para o jogo na parcial seguinte, quando vencia por 5/4, mas não aproveitou a chance e viu o rival ganhar confiança e buscar a virada no placar.

"Sinto que fiz um game ruim. É claro que todo mundo fica nervoso na hora de fechar a partida. É normal ter essa tensão. Acho que ele jogou alguns bons pontos e cometi alguns erros", disse Nadal após a derrota de virada por 3/6, 7/6 (7-4) e 6/3 em 2h35 de partida contra Medvedev.

"Logo depois, ele fez um bom tiebreak. Eu devia ter confirmado meu saque no terceiro set, naquele game que eu perdi. Tive um voleio fácil para fechar o game e errei. São pequenos detalhes que fazem uma grande diferença", acrescentou o espanhol, que não havia sofrido nenhuma virada na temporada. Ele termina o ano com 27 vitórias e sete derrotas.

Nadal reconheceu que o russo foi melhor até mesmo no primeiro set. Isso porque, Medvedev vinha confirmando os games de saque com muito mais tranquilidade que ele. "Acho que no início da partida, o Medvedev foi melhor do que eu. Conseguia confirmar meus games de serviço, mas com muitos problemas. Aos poucos, fui me sentindo melhor na quadra e tive a tão esperada quebra para fechar o primeiro set".

"No segundo set, a mesma história se repetiu, mas acho que joguei um pouco melhor do que ele. Eu estava com o jogo nas mãos, com 5-4, e saquei para o jogo. Mas fiz um game ruim e isso deu confiança para ele voltar ao jogo. Devemos parabenizá-lo pela vitória que conquistou", complementou o número 2 do mundo, que perdeu para Medvedev pela primeira vez em quatro jogos.

A derrota na semifinal impediu que Nadal lutasse por um título inédito no Finals. Vencedor de 20 títulos de Grand Slam, o veterano de 34 anos diz que a motivação para a próxima temporada é a mesma. "Minha motivação sempre foi a mesma. O próximo ano será um ano importante. Espero estar pronto para buscar coisas pelas quais quero lutar. Vou trabalhar duro durante o período de pré-temporada para estar pronto para o início".

Espanhol já pensa no Australian Open
Nadal também falou sobre sua expectativa para o Australian Open, especialmente após a decisão do governo da região de Victoria de não autorizar a chegada dos tenistas estrangeiros ainda em dezembro. Diante da negativa, ficam mais fortes as especulações de que o torneio vai mudar de data.

"Ainda não está clara para mim qual é a situação. Temos que esperar pelo que o governo de Victoria diz. Temos apenas que ser pacientes e aceitar a situação que enfrentamos em um momento um tanto complicado pela pandemia", explicou o vice-líder do ranking. 

"Precisamos ser flexíveis para entender a situação e encontrar uma forma de jogar o máximo de torneios possíveis no próximo ano, não só para que o circuito continue com total normalidade, mas porque há muitos tenistas que precisam de torneios para sobreviver. Temos que ser flexíveis em todos os sentidos. Esperamos que a vacina chegue logo e possamos voltar à tão desejada normalidade o mais rápido possível".

Comentários