Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Djokovic vence duelo direto e faz 9ª semi no Finals
20/11/2020 às 12h50

Londres (Inglaterra) - No duelo direto pela segunda colocação do Grupo Tóquio 1970, o sérvio Novak Djokovic levou a melhor para cima do alemão Alexander Zverev e conseguiu sua classificação para as semifinais do ATP Finals. O número 1 do mundo precisou de 1h36 para triunfar em sets diretos, marcando o placar final de 6/3 e 7/6 (7-4) para cima do campeão do torneio em 2018.

Com a vitória do líder do ranking, o mata-mata do torneio ficou completamente definido. Djokovic medirá forças com o austríaco Dominic Thiem, em uma reedição da final do Australian Open deste ano, enquanto do outro lado o russo Daniil Medvedev, que mais tarde encerra sua participação na fase de grupos contra o argentino Diego Schwartzman, enfrentará o espanhol Rafael Nadal.

Eliminado ainda na fase de grupos no ano passado, Djokovic vai disputar sua nona final na competição e segue em busca do recorde de conquistas. Ele já venceu o torneio cinco vezes e mantém o sonho de igualar o recorde do suíço Roger Federer, que já levantou a taça em seis oportunidades diferentes.

Apesar de Djokovic ter vencido os três primeiros games da partida, perdendo apenas dois pontos neste intervalo, o set inicial foi bastante equilibrado. O sérvio aproveitou muito bem a vantagem prematura para sair na frente. Do outro lado, Zverev teve suas chances, com duplo break-point no sétimo game, mas o alemão deixou escapar o 15-40 que teve no saque do rival.

O jogo seguiu parelho no segundo set, que foi ainda mais disputado que o anterior. ‘Nole’ foi o primeiro a ter o serviço ameaçado, salvando um break-point no quarto game. Em seguida foi a sua vez de pressionar o saque do alemão, que enfrentou duas chances de quebra contra si e escapou de ambas. Sem novas oportunidades para qualquer um dos lados a definição foi para o tiebreak.

Zverev largou na frente no desempate e venceu os dois primeiros pontos, mas depois acabou empacando no marcador. O alemão faturou apenas mais dois pontos nos nove seguintes, viu a vantagem passar para o outro lado, terminou superado por Djokovic pela quarta vez em seis encontros e se despediu da competição.

Comentários