Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Nadal celebra grande atuação e já pensa na semi
19/11/2020 às 20h50

Londres (Inglaterra) - Depois de vencer seu segundo compromisso no ATP Finals e garantir lugar na semifinal da competição, Rafael Nadal comemorou o desempenho na partida contra Stefanos Tsitsipas. Mesmo oscilando no fim da segunda parcial e precisando de três sets diante do grego, o espanhol acredita que foi superior durante quase toda a partida e já está focado na próxima fase do torneio entre os oito melhores do ano.

"Joguei um tênis de alto nível por quase dois sets. O placar estava apertado, com 6/4 e 4/5, mas eu senti que estava jogando melhor do que ele. Aí a situação mudou e comecei a sofrer um pouco mais", disse Nadal após a vitória por 6/4, 4/6 e 6/2 contra Tsitsipas nesta quinta-feira. "Aquele game no 5/4 do segundo set me afetou um pouco. Eu estava confirmando meus saques de forma muito confortável até aquele momento. Depois disso, acho que comecei a sacar um pouco pior".

"Eu perdi o segundo set, mas então consegui uma quebra no início do terceiro. Ele empatou, mas quebrei o saque dele de novo. Em termos gerais, foi uma partida muito positiva para mim", acrescentou o espanhol, que terminou a partida com 32 winners e apenas 13 erros não-forçados, além de ter quebrado o saque de Tsitsipas em quatro oportunidades.

Nadal enfrenta Daniil Medvedev na semifinal de sábado. Ele venceu os três duelos anteriores contra o russo no circuito. "Alcançar a semifinal no último torneio do ano é uma coisa importante. Estou muito feliz por isso e estou ansioso para a semifinal contra o Daniil. Acho que ele está jogando muito bem. Mas não podemos esquecer que já vinha jogando bem no ano passado. Não o vejo um jogador diferente em comparação com o ano passado. Preciso estar 100%".

Em sua décima participação no ATP Finals, Nadal chega pela sexta vez à semifinal e ainda busca um título inédito. O espanhol relembrou a campanha do ano passado, quando também venceu dois jogos pela fase de grupos, mas não conseguiu avançar à semifinal e ficou em terceiro lugar de seu grupo.

"No ano passado, eu tive um pouco de azar por não estar nas semifinais. E no ano anterior, tive que desistir. É sempre difícil jogar aqui contra os melhores jogadores do mundo todos os dias no final da temporada. Na maioria das vezes, eu chegava aqui um pouco cansado, mas este ano foi um pouco diferente. Estou muito animado para estar nas semifinais e espero estar pronto para dar o meu melhor".

Comentários