Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Melzer e Vasselin salvam 5 match points e embolam grupo
18/11/2020 às 17h38

Resultado desta quarta-feira deixou as quatro duplas do grupo com chances de classificação

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - No jogo que encerrou a segunda rodada do Grupo Bob Bryan na chave de duplas do ATP Finals, o austríaco Jurgen Melzer e o francês Edouard Roger-Vasselin conseguiram uma difícil vitória e embolaram os cenários de classificação. Eles salvaram cinco match points e venceram o australiano John Peers e o neozelandês Michael Venus por 2/6, 7/6 (7-4) e 12-10 em 1h30 de partida.

O resultado, combinado com a vitória do espanhol Marcel Granollers e do argentino Horacio Zeballos sobre o brasileiro Bruno Soares e o croata Mate Pavic por 7/6 (7-4), 6/7 (4-7) e 10-8, deixou todas as quatro duplas do grupo ainda com chances de classifiação para as semifinais.

Todas as duplas têm chances
Granollers e Zeballos são os únicos com duas vitórias no torneio e enfrentam Melzer e Vasselin na próxima sexta-feira. Já Soares e Pavic, com uma vitória e uma derrota, encaram Peers e Venus, que perderam os dois jogos e têm chances remotas.

Existe a possibilidade de um empate triplo na liderança, em que três parcerias terminariam com duas vitórias e uma derrota. Há também a chance de igualdade na segunda posição, com uma vitória e duas derrotas. Nesse cenário, Granollers e Zeballos terminariam invictos na liderança. Caso isso aconteça, o aproveitamento de sets é o primeiro critério de desempate.

Jogo de altos e baixos 
No duelo entre duas parcerias que haviam perdido na estreia, Peers e Venus entraram em quadra com chances de eliminar os rivais. O australiano e o neozelandês conseguiram duas quebras e dominaram o primeiro set. A parcial seguinte foi inteiramente sem quebras, mas Melzer e Vasselin salvaram um match point quando perdiam por 5/4 e dominaram o tiebreak.

A definição ficou para o match tiebreak, em que Peers e Venus abriram vantagem e fizeram 9-6, mas perderam os três match points que tiveram. Na sequência, tiveram outra chance de fechar e não aproveitaram. Melhor para Melzer e Vasselin, que definiram a partida logo na primeira oportunidade.

Comentários