Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Zverev se recupera e segue na briga pelas semifinais
18/11/2020 às 13h50

Londres (Inglaterra) - Derrotado pelo russo Daniil Medvedev na primeira rodada da fase de grupos, o alemão Alexander Zverev deu a volta por cima no duelo de perdedores com o argentino Diego Schwartzman, venceu em três sets, com parciais de 6/3, 4/6 e 6/4, após 2h11 de partida, e se manteve firme na disputa por uma vaga nas semifinais do ATP Finals.

O resultado deixa agora Schwartzman em situação complicada na competição. Ele precisa torcer para uma vitória do sérvio Novak Djokovic no duelo que fecha a quarta-feira com Medvedev para poder ainda brigar por um lugar na semi. Já Zverev passa a depender apenas de si mesmo para seguir adiante

Zverev foi o primeiro a ter um break-point a seu favor, mas não aproveitou a chance que teve no segundo game e pagou caro, já que na sequência ele perdeu o serviço. Mas o alemão não se abateu e partiu para cima de Schwartzman, pressionou os saques do argentino e venceu quatro games seguidos com direito a duas quebras que acabaram definindo a parcial.

A história se inverteu no segundo set, que começou com o alemão na frente, abrindo 3/1 com uma quebra de vantagem. Quando tudo indicava que Zverev poderia vencer por 2 a 0, Schwartzman elevou seu nível e venceu cinco dos seis games seguintes, devolveu o break e ainda anotou mais um para empatar o jogo e levar a decisão para o terceiro.

Depois de oscilar na segunda metade do segundo set, Zverev colocou a cabeça no lugar e foi um pouco mais consistente no terceiro e fez o suficiente para levar a vitória. Ele aproveitou a chance de quebra que teve no quinto game para der um passo importante. Depois de deixar escapar mais dois break-points no sétimo, o alemão voltou a pressionar o saque de Schwartzman e fechou a partida com uma nova quebra no nono.

Mais agressivo em quadra, o germânico terminou o confronto com 10 bolas vencedoras a mais que o rival (30 a 10), mas também acabou cometendo 12 erros não forçados a mais (38 a 26). O saque de Zverev fez um pouco a diferença, já que ele anotou 10 aces contra nenhum de Schwartzman e também teve melhor aproveitamento (66% contra 56%).

Comentários