Notícias | Dia a dia
Governo veta tenistas na Austrália em dezembro
17/11/2020 às 20h56

Melbourne (Austrália) - Os planos da organização do Australian Open de promover uma bolha do tênis e realizar todos os torneios preparatórios em Melbourne ganharam um novo entrave nesta terça-feira. Segundo o Tennis Channel, o governo da região de Victoria não vai permitir a entrada dos tenistas estrangeiros no país ainda em dezembro, como queriam os organizadores do Grand Slam, mas sim apenas em janeiro de 2021.

É importante destacar que a Austrália exige duas semanas de quarentena para todo mundo que chega ao país. E isso impactou, por exemplo, alguns jogadores australianos que participaram do US Open ou de Roland Garros. O país tem controlado as taxas de transmissão da Covid-19 e adotado regras rígidas de deslocamentos, inclusive dentro do território australiano, para evitar uma segunda onda.

+ Torneios de Brisbane, Hobart e Adelaide só em 2022
+ Australianos divergem sobre definição dos torneios

+ Melbourne pode concentrar torneios antes do AO

A decisão em si não afetaria diretamente a realização do Australian Open, que está marcado para acontecer entre os dias 18 e 31 de janeiro. Seria possível, por exemplo, que os tenistas chegassem ao país no início de janeiro e cumprissem o isolamento antes do Grand Slam australiano. Diretores dos torneios de Brisbane, Adelaide e Hobart já avisaram que só voltam em 2022. Enquanto o ATP e o WTA de Auckland, Nova Zelândia, já foram cancelados.

O técnico e comentarista Paul Annacone disse em transmissão do Tennis Channel que conversou com o diretor do torneio, Craig Tiley, sobre as indefinições do calendário. "Tudo está em um limbo agora. No momento você tem que ouvir os governos envolvidos, que é o que a Tennis Australia está tentando fazer", disse Annacone. "Obviamente é um ano horrível para todo mundo, mas eles estão sendo muito precavidos. A taxa de transmissão do vírus em Melbourne nos últimos 14 dias é zero. Então, eles não querem ameaçar isso e vão conversar com a Tennis Australia sobre o que pode ser feito, e como pode ser feito".

No mesmo programa, o ex-número 1 do mundo Jim Courier lembrou que a ideia de concentrar os tenistas em Melbourne e formar uma bolha já é uma mudança em relação ao projeto original do calendário. "O plano antes era que os jogadores chegassem no meio de dezembro e fizessem uma quarentena de 14 dias em alguns hoteis em Melbourne. E isso já é uma mudança, já que inicialmente os jogadores poderiam fazer essa quarentena em lugares como Brisbane e Perth, mas mudaram tudo para Melbourne. E é impossível desfazer essa mudança".

"Se os jogadores não puderem chegar em dezembro, muitas coisas ficarão no ar para a Tennis Australia. Não posso imaginar como estão o Craig e sua equipe. Certamente vão perder um pouco do sono, mas o que eles precisam fazer é seguir as regras do governo e tentar encontrar uma solução", acrescentou o vencedor de quatro títulos de Grand Slam.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG