Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Thiem vence jogão com Nadal e torce por Tsitsipas
17/11/2020 às 13h39

Londres (Inglaterra) - O confronto entre os campeões do US Open e o de Roland Garros em 2020 valeu cada minuto e contou com grande atuação tanto do austríaco Dominic Thiem quanto do espanhol Rafael Nadal. No fim das contas, o número 3 do mundo levou a melhor nos pontos importantes e fechou o jogo com parciais de 7/6 (9-7) e 7/6 (7-4), depois de 2h25 de disputa.

Thiem pode se classificar para as semifinais do torneio ainda nesta terça-feira, mas para que isso aconteça ele precisa torcer para uma vitória do grego Stefanos Tsitsipas no duelo de perdedores com o russo Andrey Rublev. Além disso, o austríaco diminui para 525 a diferença para Nadal na briga pela vice-liderança do ranking.

A partida foi equilibradíssima do princípio ao fim, com lindos pontos conquistados por ambos os adversários. No primeiro set, os sacadores foram praticamente perfeitos e não aconteceu uma chance sequer de quebra, com a definição indo para o tiebreak, em que houve uma inversão de papéis e muitos pontos perdidos com o serviço.

Outra marca do desempate do primeiro set foi a alternância de quem estava melhor. Thiem abriu a disputa com um mini-break, mas logo em seguida perdeu seus dois serviços. Nadal então tomou as rédeas do placar, chegou a ter dois set-points, o primeiro deles com o saque, e desperdiçou ambos. O austríaco arrancou no final, venceu três pontos seguidos e assim largou na frente.

Na segunda parcial o jogo se manteve muito parelho e as chances de quebra começaram a aparecer, a primeira delas logo no game inicial, em que Thiem salvou um break-point. Só que seis games para frente o austríaco não escapou e teve o serviço superado. Contudo, ele não se abateu e imediatamente devolveu a quebra sofrida, deixando tudo igual no 4/4.

Por pouco a partida não acabou no décimo game, em que Nadal encarou bravamente um 0-40, salvando os três match-points seguidos que teve contra. Mais uma vez a decisão foi para o tiebreak, e assim como na parcial anterior acabou nas mãos de Thiem, que sacramentou a vitória no segundo match-point que teve.

Comentários