Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Nadal mostra firmeza e supera Rublev em sets diretos
15/11/2020 às 18h35

Nadal lidera seu grupo com a vitória em sets diretos e terá duelo crucial com Thiem na segunda rodada

Foto: ATP

Londres (Inglaterra) - A busca pela inédita conquista do ATP Finals por parte do espanhol Rafael Nadal começou com o pé direito neste domingo. Em duelo contra o russo Andrey Rublev, um dos dois debutantes na competição, o atual número 2 do mundo mostrou firmeza e triunfou em sets diretos, gastando 1h17 para fechar o jogo com parciais de 6/3 e 6/4.

Nadal também manteve a distância para Dominic Thiem na briga pela vice-liderança do ranking. Eles começaram a disputa em Londres separados por 725 pontos e assim continuam depois do primeiro dia de competições, já que ambos venceram suas respectivas estreias e cada um somou 200 pontos. Mais cedo o austríaco havia derrotado o grego Stefanos Tsitsipas.

O triunfo em sets diretos deixa o espanhol na liderança do Grupo Londres 2020, uma vez que Thiem precisou de três parciais para superar Tsitsipas na reedição na última decisão do Finals, vencida pelo grego, que então comemorou seu maior título da carreira até então.

Em sua primeira partida da carreira no Finals, o russo de 23 anos sofreu para colocar o primeiro serviço em quadra, principalmente no primeiro set, no qual teve apenas 41% de aproveitamento. Ao jogar muitas vezes com a segunda bola, Rublev acabou se complicando e levou uma quebra no sexto game, que foi suficiente para Nadal levar a parcial inicial e dar um importante passo rumo à vitória.

A situação do canhoto de Mallorca, que vencera os últimos 69 jogos nos quais faturou o primeiro set, não levando uma virada desde a derrota para o australiano Nick Kyrgios no ATP 500 de Acapulco do ano passado, ficou ainda mais favorável ao aproveitar um dos três break-points que teve logo no primeiro game do segundo set.

Nadal fez valer o retrospecto recente e anotou a 70ª vitória seguida após largar na frente. Ele apenas administrou a vantagem conseguida precocemente na parcial e fechou o jogo. O espanhol mais uma vez mostrou a consistência como ponto forte. Embora tenha anotado 5 bolas vencedoras a menos (11 a 16), conseguiu 11 erros não forçados a menos que Rublev (11 a 22).

Comentários