Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Djokovic recebe troféu por terminar o ano como nº 1
15/11/2020 às 12h40

Londres (Inglaterra) - Entre a primeira partida deste domingo no ATP Finals, a vitória de virada da dupla do holandês Wesley Koolhof com o croata Nikola Mektic, e a reedição da decisão do ano passado, o duelo entre o grego Stefanos Tsitsipas e o austríaco Dominic Thiem, que abre a fase de grupos em simples, o sérvio Novak Djokovic foi homenageado por terminar o ano como número 1.

Agora recordista de temporadas finalizadas na liderança, empatando as seis do norte-americano Pete Sampras, o tenista de Belgrado recebeu o troféu pelo feito das mãos do presidente da ATP Andrea Gaudenzi.

“Estou muito feliz. Tem sido um ano estranho para todos com uma parada de seis meses para todos nós. Recomeçamos a temporada em agosto e continuei de onde parei antes da suspensão do circuito e tive ótimos resultados. Estou muito satisfeito com a forma como as coisas correram”, afirmou o campeão do Australian Open de 2020.

“Tenho que agradecer muito à minha equipe por me apoiar nos momentos difíceis e por confiar em mim. Isso aqui é o ápice de todas as conquistas do ano e é incrível que consegui terminar uma temporada em primeiro lugar pela sexta vez”, falou o sérvio, que terminou como número 1 do mundo nos anos de 2011, 2012, 2014, 2015, 2018 e agora em 2020.

“Obviamente estou super orgulhoso, mas tenho uma mistura de emoções por causa do que está acontecendo no mundo. Não posso ignorar isso, embora tenha alcançado um dos maiores objetivos do esporte. Eu sinto por muitas pessoas no mundo passando por dificuldades e meu coração está com elas”, finalizou o tenista de 33 anos.

Djokovic teve uma temporada excelente, conquistando quatro títulos e somando 39 vitórias e 3 derrotas até então. Neste ano ele ergueu seu oitavo troféu do Australian Open em janeiro, dois Masters 1000 (Cincinnati e Roma), além do ATP 500 de Dubai. Sua estreia no Finals será na segunda-feira contra o argentino Diego Schwartzman.

Comentários