Notícias | Top Spin
Chris Evert de luto pelo falecimento da mãe
12/11/2020 às 15h55

Jimmy e Colette Evert em foto de 2006.

Foto: Site da WTA

Fort Lauderdale  (Flórida/EUA) - Faleceu no dia 5 deste mês, aos 92 anos, Jeanne Colette Evert, mãe de Chris Evert, ex-número 1 do mundo e dona de 18 títulos de simples de Grand Slam. Ela nasceu em 15 de junho de 1928 em New Rochelle, no estado de Nova York, filha de Marie Clare e Joseph Nicholas Thompson, de acordo com artigo da WTA, a Associação Feminina de Tênis. Em 1952, Colette Thompson casou-se com James Evert, um técnico de tênis que conheceu no casamento de um amigo em comum. Os Evert se mudaram para a Flórida, onde, durante 49 anos, o sr. Evert foi diretor de tênis de Fort Lauderdale. Os Evert tiveram cinco filhos – Drew, Chris, Jeanne, John e Clare — em Fort Lauderdale.

O tênis teve papel importante na família, com cada um dos filhos alcançando a final do campeonato nacional, sendo Chris Evert a mais destacada entre todos, tendo liderado o ranking mundial por um total de 260 semanas. Ganhou a simpatia e respeito nos torneios pelo mundo ao viajar com seus filhos para os torneios, desde a fase infanto-juvenil.

“Nossa mãe foi amada por todos os que a conheceram. Era gentil e carinhosa. Meus irmãos, irmãs e eu não poderíamos pedir por melhor modelo de mãe. Nós vamos sentir tremendamente a sua falta”, disse Chris Evert. “Nunca teve uma palavra ruim para dizer de ninguém e com frequência torcia por nossos adversários, quando eles jogavam melhor que nós. Se houvesse um Hall da Fama para as mães de tenistas, sem dúvida ela seria a primeira a ser admitida”, elogiou Evert.

A lendária tenista já havia perdido o pai, em 2015, e a irmã Jeanne Evert Dubin, no começo deste ano.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio